Agenda de Artes Visuais

[Museu Municipal de Arte e Regional Pinheirinho] Exposição "A Invasão dos Robolitos"

A Invasão dos Robolitos visa garantir suporte para realização de 4 esculturas medindo entre 5 e 3 metros, em formato dos personagens conhecidos como Robolitos criado pelo artista Adriano Bohra. O objetivo é instalar e exibir ao público estas  obras lúdicas do artista curitibano Adriano Bohra conhecido também como Robolito, os locais em que as ações irão acontecer serão no MuMA "Portão Cultural" durante o mês de novembro de 2016 até 2017 e na Rua da Cidadania Pinheirinho durante o mês de dezembro 2016 até 02 fevereiro de 2017, depois segue itinerante em outros espaços pela cidade durante a execução do projeto que foi contemplado pelo Edital Livre da Lei Municipal de Incentivo à Cultura da Prefeitura Municipal de Curitiba e Fundação Cultural de Curitiba.

 

Sobre

Adriano Bohra ou Robolito é natural de Curitiba, morador do bairro Campo de Santana. Um artista autodidata que trabalha com diversas linguagens artísticas, influenciado por graffiti, desenhos animados, histórias em quadrinhos, Ufos e filmes de ficção científica, a partir dessa influência começoudesenvolver sua trajetória na arte urbana e outras manifestações artísticas. Seu estilo de trabalho envolve personagens robôs alienígenas imaginários conhecidos como Robolitos, como ele mesmo
afetuosamente chama suas criações, sua técnica de trabalho usa formas geométricas dividindo a estética das suas criações com peças orgânicas, máquinas, objetos, o híbrido, e o lúdico.

 

Período: 

25/11/2016 a 26/05/2017 no Museu Municipal de Arte - MuMA (Portão Cultural)

02/12/2016 a 02/02/2017 na Rua da Cidadania Pinheirinho

 

mais

[Museu da Gravura de Curitiba] Novas exposições

LIVRO ETC
Exposição coletiva que envolve artistas e editores com produção desenvolvida a partir da gravura e seus desdobramentos em impressos e múltiplos. O projeto busca a contextualização da gravura enquanto técnica de reprodutibilidade, no ambiente contemporâneo. É o diálogo com a produção em diferentes suportes e meios, ao mesmo tempo reforçando a vocação do espaço em relação aos procedimentos comuns da linguagem da gravura praticados nos ateliês do museu.

Artistas: Coletiva de artistas e editores | Curadoria: Jozé Roberto da Silva e Jéssica Luz


13º edição – PROJETO ARMAZÉM
Exposição coletiva de múltiplos do acervo do Projeto Armazém de Florianópolis, com obras de artistas convidados do Paraná. Apresenta obras que sejam múltiplos como: publicações de artista, livros e cadernos de artista, cadernos de desenho, diários de artista, diários de bordo, postais, panfletos, cartazes, gravuras, fanzines, lambe-lambes, stickers, cartões, carimbos, objetos, etc; ou seja, trabalhos que tenham tiragens (de pequenas e grandes edições). Armazém é um espaço propositor de relações com a Arte. A cada edição um ou mais curadores são convidados a participar da seleção de artistas e obras, compartilhando olhares diferenciados e buscando aproximar artistas locais por onde o projeto transita com os artistas já participantes.

Artistas: exposição coletiva | Curadoria: Juliana Crispe, Sandra Fávero, Sonia Brida e Ricardo Corona.
 

mais

[Museu da Fotografia de Curitiba] SIGNS

Por Luciano Fileti

Signs é uma coleção de uma série fotográfica, realizada por mais de dez anos. As imagens focam nos corriqueiros, e mesmo assim constantemente ignorados, cartazes comerciais de moda, espalhados por toda cidade de Nova Iorque.

Apesar de seus tamanhos impositivos, os outdoors de publicidade são tão abundantes nas cidades modernas que passam quase despercebidos. Em suas fotografias, Fileti trata os outdoors como objetos independentes e não como veículos comerciais, forçando o espectador a olhar para algo ordinário através de uma perspectiva diferente. Por separar os elementos de publicidade de sua proposta inicial e enquadrando-os com elementos selecionados, Fileti move os componentes onipresentes da paisagem urbana para o destaque, forçando o reconhecimento dos objetos que são facilmente inseridos na paisagem mutante da cidade e deixados de lado. Ao isolar as imagens da nossa relação habitual que temos com elas, Fileti reenquadra o familiar, criando uma interação inesperada com algo do lugar comum.

Todas as fotos desta série foram feitas em filme negativo preto e branco. Cada imagem é produto de um único enquadramento, e não uma montagem de múltiplas imagens


Sobre o fotografo
Fotógrafo baseado em Nova Iorque, Luciano Fileti nasceu e cresceu no Brasil. Começou sua carreira na fotografia enquanto ainda era estudante de arquitetura, e após graduar-se em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 1999, mudou-se para Nova Iorque onde trabalhou como fotógrafo freelancer em trabalhos de publicidade e editoriais.
Em 2004 lhe foi apresentada a oportunidade para expandir sua experiência na fotografia em estúdio, quando da oferta de uma posição como assistente do legendário fotógrafo Irving Penn. Fileti trabalhou com o Sr. Penn até 2007, quando retomou seu foco exclusivamente para sua carreira comercial e artística.

 

Abertura da exposição dia 18 de maio, às 19h.

mais

[Museu da Fotografia de Curitiba] MÁQUINA SEM PALAVRAS

A Exposição "Máquina sem palavras", de Guilherme Zawa, é uma mostra da arte engajada como pesquisa filosófica e antropológica.

Zawa propõe decodificar o instante fotográfico em seus vários aspectos. Desde uma cena retratada por ele, até o descompasso entre o ambiente e a figura apresentada apenas através de silhuetas que então passam a habitar o espaço. É como se Zawa transfigurasse a máquina fotográfica em um novo sentido humano: tato, olfato, visão, paladar, audição e fotografia - a percepção cinestésica de um instante.

O artista curitibano decompõe imagem e percepções maquinais e, a seguir, reconstrói sua impressão pessoal daquilo que foi vivido e desconstrói essa mesma imagem com o mesmo procedimento que a máquina digital a constrói. Seu processo é fruto de uma pesquisa pessoal e pode ser vista desde sua primeira exposição em 2010.
A exposição tem curadoria de Paulo Gallina, curador independente, com passagens pelo MIS - SP, MAC-USP e Instituto Tomie Ohtake.

"A investigação sobre a memória, a passagem do momento em uma imagem estática e sobre os processos cognitivos na arte são possíveis descrições sobre este projeto de múltiplas leituras e que dialoga entre o abstrato e o real.

Além da abertura que acontece no dia 18 de maio, às 19h, a exposição contará também com bate-papo com o curador Paulo Gallina seguido de visita guiada no sábado 20 de maio às 17 horas e filmagens realizadas pelo artista Guilherme Zawa ao longo da exposição.

mais

[Museu Municipal de Arte] Arquitetura para Curitiba 2017

A segunda edição da exposição Arquitetura para Curitiba trata-se de uma exposição que envolve escritórios de arquitetura da cidade de Curitiba e alunos de cinco diferentes universidades de Arquitetura e Urbanismo que trabalharam em conjunto discutindo e pensando propostas para o futuro da cidade. No total serão exibidos projetos de 17 escritórios jovens e proeminentes da cena curitibana sob o tema Arquitetura como interface: onde sistemas se encontram e interagem.De caráter especulativo, os projetos abordam assuntos relevantes na formação das cidades contemporâneas que muitas vezes são omitidos ou deixadas de lado no dia-a-dia dos profissionais inseridos no mercado. É uma oportunidade para os escritórios romperem com as leis ditadas por um mercado inconsequente e propor de maneira mais livre o que acreditam ser necessário para a construção de uma Curitiba mais justa, igualitária e sustentável. Além de aproximar arquitetura e urbanismo ao público geral, a exposição tem como principais objetivos aproximar teoria à prática arquitetônica, e fomentar uma cultura de conversa entre arquitetos do Paraná. Assim, as atividades da exposição se iniciaram já em setembro de 2016 com palestrantes vindos da UFRJ e Jericó, Colombia, bem como painéis de discussões abertos ao público nos quais os escritórios apresentaram e discutiram seus projetos em andamento para a exposição. 

CURADORIA
Thiago Maso e Sabine Meister Valenga.
www.arquiteturaparacuritiba.com | exposicao2017@gmail.com
 

mais

Cursos e Oficinas

DESENHO ARTÍSTICO E PREPARATÓRIO PARA VESTIBULAR

Básico e avançado

Data(s): 03/04/2017 a 31/07/2017 - sábado

Local: Av. Mateus Leme, 4700, Parque São Lourenço - São Lourenço

Valor: $ 75

Classificação: 13 anos

Professor: Tânia Maria dos Santos

WORKSHOP DE ANATOMIA COM MODELO VIVO COSPLAY

 Mais um encontro para desenho de modelo vivo. A modelo cosplay Eve Ortiz vai encarar o cosplay da Daenerys , a rainha dos dragões, personagem do Game of Thrones. Traga seu material preferido.

Taxa da modelo R$40,00 pagamento somente em dinheiro.

Aula com ênfase na iluminação, estudo de luz e sombra em anatomia e desenho de tecidos.

Somente para maiores de 18 anos. 25 vagas.

Data(s): 12/05/2017

Local: Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533, Solar do Barão - Centro

Classificação: 18 anos

Professor: MARCELO LOPES

DESENHO ARTÍSTICO

 

Data(s): 08/05/2017 a 26/06/2017 - 2ª feira

Local: Praça Rui Barbosa, 101, Rua da Cidadania - Centro

Valor: 55,00

Classificação: 12 anos

Professor: Ivane Carneiro

PINTURA SOBRE TELA

 

Data(s): 01/05/2017 a 31/07/2017 - 3ª feira

Local: Av. Prefeito Maurício Fruet, 2150 , esquina com a Rua Professor Nivaldo Braga - Cajuru

Valor: 55,00

Classificação: 7 anos

Professor: Vivien Patrícia Zanlorenzi

DESENHO ARTÍSTICO PREPARATÓRIO

 

Data(s): 01/05/2017 a 31/07/2017 - 5ª feira

Local: Av. Prefeito Maurício Fruet, 2150 , esquina com a Rua Professor Nivaldo Braga - Cajuru

Valor: 55,00

Classificação: 8 anos

Professor: Tania Maria dos Santos