Agenda de Teatro e Circo

[Teatro Novelas Curitibanas] Ouve-me com o teu corpo inteiro

Uma criação de Paulo Vinícius com trilha sonora e arranjos musicais de Junior Pereira, “Ouve-me com o teu corpo inteiro” partiu do desejo de revisitar e reelaborar a peça homônima criada pela Figurino e Cena, em 2014.

Três diretores/provocadores foram convidados a repensar o formato e as estratégias de criação da primeira montagem e a expandi-la: Márcio Mattana, Olga Nenevê e Sueli Araujo se uniram a Paulo Vinícius em um procedimento inédito de trabalho para todos. Juntos, reelaboraram a cena e suas especificidades em um trabalho que se realiza, sobretudo, na ação presente.

Em “Ouve-me com o teu corpo inteiro”, Paulo Vinicius dá vazão às questões de um homem contemporâneo, em uma estrutura não linear, onde os endereçamentos do discurso se dão em três tempos distintos. A peça é sobre um homem e seu pedido de desculpas. Se estrutura a partir de referências biográficas aliadas a uma esfera ficcional.

Em cena, Junior Pereira realiza música ao vivo e Wagner Corrêa opera a luz. Junto de Paulo Vinícius, instauram questões sobre o amor e suas dissonâncias. Ouve-me com teu corpo inteiro é sobre relação e endereçamento. A plateia está incluída nesse jogo de afetos. Ninguém está imune.

Esse projeto é realizado através do Programa de apoio e Incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura Municipal de Curitiba, com incentivo de Apolar, Grupo Noster e Celepar.

 

FICHA TÉCNICA

Diretores provocadores: Olga Nenevê, Márcio Mattana e Sueli Araújo
Intérprete Criador: Paulo Vinícius
Músico atuante e arranjador: Junior Pereira
Desenho de luz: Wagner Corrêa
Figurinista: Eduardo Giacomini
Cenógrafo: Paulo Vinícius
Fotografias: Elenize Dezgeniski
Vídeos e projeções: Alan Raffo
Designer Gráfico: Adriana Alegria
Operação de vídeos: Victor Dias
Assessoria de imprensa: Fernando de Proença
Realização e Produção: Figurino e Cena Produções Artísticas

 

mais

[Teatro Cleon Jacques] CONTOS DE NANOOK

Público de Curitiba visita o Polo Norte numa obra contemporânea que flerta com a realidade e o fantástico

 

A concepção de uma fábula — partindo da mitologia de um povo que sobrevive a extremos, habitantes de um lugar implacável para a existência, tendo que lidar somente com o momento presente — foi o desafio criativo abraçado pela equipe de Contos de Nanook. A temporada é de 17 de junho a 16 de julho de 2017, no Teatro Cleon Jacques com ingressos gratuitos.

Nanook é o esquimó que, abandonado pela família a espera pela morte, recebe uma visita inesperada: uma menina siberiana, que se perdeu dos pais em uma grande tempestade de neve e caminhou até o Polo Norte. Uma terceira figura, um urso polar completa este universo. A amizade improvável entre as personagens se dá em contraste com o frio, o perigo, a melancolia e a solidão. Nanook também personifica os indígenas oprimidos com suas tribos sendo dizimadas, colocados sempre à margem da sociedade.

No o elenco estão os atores Mauro Zanatta, Má Ribeiro e Bruno Lops. A equipe ainda conta com Edith de Camargo, Beto Bruel, Guenia Lemos, Eduardo Giacomini, Airton Rodrigues, Marcelino de Mirandha, Léo Moita, Malki Pinsag, Juliana Pedrozo e Laura Haddad.

Outro ponto de fundamental importância para o projeto, segundo Ramos, é o teatro onde acontece a temporada: “A versatilidade do espaço, as condições técnicas e a história do Cleon Jacques, nos deram a certeza de que se trata do melhor lugar para estrear. Afinal Cleon foi um encenador apaixonado pela ousadia e pela busca de novas formas narrativas, um pioneiro da dramaturgia contemporânea no Paraná. E o teatro que homenageia seu nome tem a missão de perpetuar seu legado, dando espaço para criações de vanguarda e novas linguagens.”

Contos de Nanook é um empreendimento da Photon Cooperativa Cultural com realização da Setra Companhia, produção da Formiga Produtora e Duplo Produções, incentivo do Centro Universitário Internacional - Uninter e da Clínica de Exames de Diagnóstico por Imagem – CEDIP, e apoio do Ap da 13. Projeto realizado com o apoio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura - Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

 

Sobre a Setra Companhia:

 

A Setra Companhia, fundada por Eduardo Ramos, é sediada em Curitiba e tem como premissa a reunião e junção de jovens e experientes artistas, buscando outros tipos de diálogos. Tem como norte a proposição de novas pesquisas estéticas e dramatúrgicas e busca conceber obras que habitem um campo que transita entre o reconhecimento e a estranheza, de modo a promover sempre experiências novas e de extrema singularidade para quem assiste aos espetáculos da Cia. Entre as recentes encenações de destaque, está o espetáculo MOMMY, realizado temporada em 2016 no Teatro Novelas Curitibanas.


Ficha Técnica – Contos de Nanook

 

Dramaturgia: Léo Moita
Direção: Eduardo Ramos
Assistência de Direção: Juliana Pedrozo
Elenco: Bruno Lops, Má Ribeiro, Mauro Zanatta
Colaboração Criativa: Malki Pinsag
Composição Original: Edith de Camargo
Desenho Sonoro e Operação de Som: Jo Mistinguett
Iluminação: Beto Bruel
Cenografia: Guenia Lemos
Figurinos: Eduardo Giacomini
Maquiagem: Marcelino de Mirandha
Preparação Corporal: Airton Rodrigues
Preparação Vocal: Edith de Camargo
Ilustração: Guga Scharf
Design Gráfico: Pablito Kucarz
Fotografia: Amanda Vicentini
Assessoria de Comunicação e Imprensa: Luciana Melo
Direção de Produção: Formiga Produtora
Coordenação de Projeto: Duplo Produções
Empreendimento: Photon Cooperativa Cultural
Realização: Setra Companhia
Captação de Recursos: Juliana Pedrozo e Laura Haddad
Incentivo: Uninter e CEDIP
 

mais

Cursos e Oficinas

TEATRO

 

Data(s): 01/05/2017 a 31/07/2017 - 2ª feira

Local: Av. Prefeito Maurício Fruet, 2150 , esquina com a Rua Professor Nivaldo Braga - Cajuru

Valor: $ 55

Classificação: 10 anos

TEATRO JUVENIL

 

Data(s): 01/05/2017 a 30/06/2017 - sábado

Local: Rua Santa Bertila Boscardin, 213, Rua da Cidadania - Santa Felicidade

Valor: 55,00

Classificação: 13 a 17 anos

TEATRO INFANTIL

 

Data(s): 01/05/2017 a 30/06/2017 - sábado

Local: Rua Santa Bertila Boscardin, 213, Rua da Cidadania - Santa Felicidade

Valor: 55,00

Classificação: 7 a 12 anos

Oficina Permanente de Teatro - Adultos

Voltada para iniciantes e dividida em faixas etárias, a oficina tem duração de 2h semanais e aborda conteúdos específicos do fazer teatral como: improvisação, criação de cena e personagem, expressão vocal e corporal, montagem de espetáculo, entre outros.
Ao final do curso é realizada uma montagem teatral, para encerramento do ano.

Data(s): 04/02/2017 a 01/07/2017 - sábado

Local: Av. República Argentina, 3430 - Portão

Valor: 60

Classificação: acima de 18 anos

Professor: Rodrigo Hayalla

Contato: (41) 99595-2181 e rodrigohayalla@gmail.com

Oficina Permanente de Teatro - Turma Jovens

Voltada para iniciantes e dividida em faixas etárias, a oficina tem duração de 2h semanais e aborda conteúdos específicos do fazer teatral como: improvisação, criação de cena e personagem, expressão vocal e corporal, montagem de espetáculo, entre outros.
Ao final do curso é realizada uma montagem teatral, para encerramento do ano.

Data(s): 04/02/2017 a 01/07/2017 - sábado

Local: Av. República Argentina, 3430 - Portão

Valor: 60

Classificação: 13 a 17 anos

Professor: Rodrigo Hayalla

Contato: (41) 99595-2181 e rodrigohayalla@gmail.com