Notícias

11.02.2020Com mais investimento na formação de artistas, procura por cursos de música cresce 85%

Com recorde de inscrições para o processo seletivo, o Conservatório de MPB (CMPB) começa o ano com todas as vagas preenchidas. Foram 1.200 inscritos para as mil vagas disponibilizadas nos 27 cursos – práticos, teóricos e de instrumentos e canto. O aumento foi de 85%, pois nos anos anteriores a média era de 700 inscritos.

A lista dos aprovados foi divulgada nesta segunda-feira (10/2), no site www.conservatoriodempb.com.br.

Há mais de seis anos não havia interesse tão grande, percebido também no comparecimento dos candidatos aos testes. O sucesso da Oficina de Música e um novo sistema implementado para o processo seletivo foram fatores que estimularam a procura pelos cursos.

“É um grande crescimento, resultado de uma política contínua de investimentos na formação de artistas em nossa cidade”, comemorou o diretor executivo do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), Marino Galvão Jr. “Também teve o novo sistema de inscrição que facilitou, dando maior visibilidade à qualificação dos nossos professores e simplificando o contato com os candidatos.”

As inscrições para vagas remanescentes, que costumeiramente abrem após os testes, não irão ocorrer neste ano.

Resultado
Um novo sistema implementado para o processo seletivo, com mais informações, entre elas quantidade de turmas, biografia dos professores, pré-requisitos e cronograma das aulas, teve papel importante no crescimento das inscrições. O novo formato possibilita que a informações seja passada de forma mais efetiva, por meio de e-mail e telefone.

Marina Camargo, professora de acordeom, percebe que um dos principais diferenciais do Conservatório de MPB são as aulas em conjunto.

“Aulas em grupo facilitam o aprendizado, principalmente no senso de ritmo e nas trocas em sala”, explicou a professora, que atende até cinco alunos por turma. “Há uma junção de ideias, um faz a melodia, outro acompanha, ritmicamente falando eles entendem melhor como fazer, o que sozinho você não percebe.”

O valor acessível também é destaque quando se fala no Conservatório de MPB. A candidata Mariana Ramos, 23 anos, se inscreveu em dois cursos e está animada para o começo das aulas.

“Ter ensino de qualidade, em um espaço de renome na cidade e ainda mais com um valor acessível é maravilhoso”, disse Mariana.

O referencial no ensino musical na cidade interferiu na escolha da candidata Sol do Rosário, 47 anos, que busca aprender mais de canto para complementar seu estudo nas artes cênicas. “Já tentei uma vez e não passei, porque não tinha muita experiência, fui em busca de mais conhecimento para poder fazer aulas aqui. É o melhor lugar de Curitiba”, disse.

Esta semana, de 10 a 14 de fevereiro, estão sendo realizadas as matrículas. As aulas começam no dia 2 de março.
 

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar