Notícias

25.11.2019No coração da cidade, Bondinho da Leitura atrai curitibanos e turistas

Embarcar no Bondinho da Leitura, no calçadão da Rua XV de Novembro, é uma opção para as famílias viajarem de graça – e sem sair do lugar – nas aventuras guardadas pelos aproximadamente 2.400 livros que compõem o acervo do espaço. O local funciona o dia todo durante a semana e aos sábados, quando o público tem mais tempo para aproveitar as atrações do centro da cidade, das 10h às 14h.

Reaberto há 1 ano, depois de um período fechado para reformas, o espaço integra a rede de 17 Casas da leitura da Fundação Cultural e é uma das estratégias do programa Curitiba Lê para aproximar os curitibanos dos livros. “Aqui, crianças, jovens e adultos podem ler livros ou, para quem estiver cadastrado, levar para casa. Também lemos para grupos de interessados e temos título acessíveis para pessoas com deficiência visual”, conta o coordenador da unidade, Gilberto Carlos Pereira.

Entra e sai

Segundo Gilberto, são 582 leitores cadastrados desde a reabertura do local e cerca de 100 visitantes por dia – uns apenas para conhecer e percorrer as estantes e, outros, para ler e emprestar os exemplares escolhidos. No mês passado, 3.253 pessoas passaram pelo local. Desse total, 1.019 eram crianças (até 13 anos). Em julho, mês de férias, foram 9.145 visitantes, sendo 3.675 crianças. O tempo médio de permanência é de 20 minutos.

Se alguém quiser um título não disponível no local, é possível buscar para o leitor em outra Casa da Leitura. A mais próxima é a Miguel de Cervantes, na Praça da Espanha. “Nosso acervo está adequado ao nosso espaço”, justifica o coordenador, referindo-se à pequena biblioteca que não sai do lugar e representa o tipo de transporte coletivo que serviu a cidade no começo do século XX. Como o espaço é pequeno, 25 pessoas por vez podem permanecer no local ao mesmo tempo.

Dia movimentado

Apesar de ficar aberta durante a metade do tempo de um dia de semana, sábado é o dia mais movimentado no espaço cultural: até de 300 pessoas circulam pelo Bondinho, entre moradores da cidade e turistas brasileiros e estrangeiros. “Isso aqui fica uma loucura. É um sucesso”, observa Gilberto.

Durante a semana, quem tem tempo e interesse fica para as rodas de leitura de aproximadamente 15 minutos de duração que acontecem de segunda a quinta-feira, às 10h30 e às 14h30. As crianças, frisa Gilberto, precisam ficar acompanhadas em qualquer atividade.

Ícone urbano

Cartão postal de Curitiba, o atual Bondinho da Leitura está no mesmo local desde 1973. Sua função inicial foi entreter crianças enquanto seus pais estavam em outras atividades na região. Pouco antes, a cidade viu parte da Rua XV ser transformada em calçadão.

No começo da década seguinte, tornou-se ponto de informações turísticas. Só foi transformado em unidade de leitura em 2010 e passou por sua primeira e grande revitalização no ano passado.

Serviço
Bondinho da Leitura
Endereço: Rua XV de Novembro esquina com Ébano Pereira
Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e sábados, das 10h às 14h
Entrada franca
Para todos os públicos

 

 

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar