16.04.2019Uso do pandeiro como bateria é tema de curso no Conservatório

O uso do pandeiro como bateria portátil é o tema do workshop que o Conservatório de MPB de Curitiba oferece no dia 4 de maio. Com três horas de atividade, o percussionista uruguaio Nacho Delgado explora subdivisões e rudimentos nos grooves do funk, samba e forró.

As inscrições custam R$ 50 e ficam abertas até 29 de abril pelo e-mail conservatorio@fcc.curitiba.pr.gov.br. O workshop é voltado a percussionistas, bateristas, músicos e estudantes de música.

Nacho Delgado parte da ideia de que o pandeiro é uma bateria pequena. A partir daí, desenvolveu sua técnica buscando aprimorar – na execução do pandeiro – alguns rudimentos executados na bateria.

Entre os conteúdos programáticos estão exercícios rítmicos de groove de funk, samba e forró, rudimentos de bateria no pandeiro, subdivisões: de colcheias até fusas, ilusões rítmicas e polirritmia.

Nacho Delgado
Nacho Delgado, percussionista, nasceu em 1985 em Montevidéu. Iniciou os estudos de percussão aos 13 anos de idade. Conheceu o pandeiro em 1999 e se apaixonou. O instrumento levou-o a fazer workshops no Chile, na Argentina, Paraguai e no Brasil.

Serviço: workshop O Pandeiro como Bateria Portátil
Data: 4 de maio (sábado), das 10h às 13h
Local: Conservatório de MPB de Curitiba (Rua Mateus Leme, 66 – São Francisco)
Valor: R$ 50
Inscrições: até 29 de abril pelo e-mail conservatorio@fcc.curitiba.pr.gov.br

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar