03.01.2019Últimos dias para visitar exposições em cartaz no Museu da Gravura

Terminam neste domingo (06/01) quatro exposições que estão em cartaz no Museu da Gravura Cidade de Curitiba, localizado no Solar do Barão. Ainda é possível visitar as mostras, “Rio Uatumã: Paisagem Sonora”, “Gravura no Muro: Memórias Gráficas do Cotidiano Urbano”, “De Olho no Céu” e a mostra do “8º Prêmio Ibema de Gravura”.

Rio Uatumã
Desde setembro no Museu da Gravura, “Rio Uatumã: Paisagem Sonora”, trabalho desenvolvido pela artista Isabelle Mesquita, apresenta o resultado da experiência que investigou o apagamento do ofício da construção artesanal de barcos, no pequeno município de São Sebastião do Uatumã, no Amazonas. A artista reflete, em fotografias, desenhos, gravuras, imagens de arquivos públicos e privados, objetos e videoartes, sobre o deslocamento entre o passado e o presente, com o impacto causado aos ribeirinhos que percorrem o Rio Uatamã.

Gravura no muro
Na mostra “Gravura no Muro – Memórias Gráficas do Cotidiano Urbano”, Michelle Fiorucci apresenta xilogravuras em duas perspectivas: o privado e o público, ora emolduradas e numeradas, ora com padronagens em grandes lambe-lambes. Na exposição a artista exibe trabalhos que levam o espectador a buscar nas lembranças as referências das artes e memórias gráficas que as cidades proporcionam, nas gravuras em papel, em azulejo, impressões de antigos muros pré-moldados e as grandes impressões em tecido.

De Olho no Céu
Registro de pássaros em posições inusitadas, nuvens que se transformam, elementos na atmosfera ainda não estudados pela ciência e alterações atmosféricas captadas pelo espectro da câmera. Na Mostra “De Olho no Céu”, Rossana Guimarães apresenta os resultados de uma pesquisa na qual fotografou o céu diariamente por dois anos. O trabalho teve como base principalmente as histórias da atualidade sobre transformações do planeta, teorias de aproximação de planetas desconhecidos ao nosso sistema solar e outras informações que ela chama de “mitologias contemporâneas”.

8º Prêmio Ibema de Gravura
Consolidado como única premiação para gravuristas realizada pela iniciativa privada, o 8º Prêmio Ibema Gravura inaugurou, em outubro de 2018, a exposição com 20 artistas de todo o país. O primeiro lugar foi conferido à gravura “Sala”, do paulistano Lucas Naganuma de Rezende. O segundo foi para “com quantas queimas perco seu retrato?”, da baiana Patrícia Paixão Martins, e o terceiro, para obra sem título da curitibana Sílvia da Silva.

Serviço
Encerramento de Exposições no Museu da Gravura Cidade de Curitiba

Data: Até 6 de janeiro de 2019
Horário: 3ª a 6ª (9h às 12h e 13h às 18h). Sábados e domingos (12h às 18h)
Local: Museu da Gravura Cidade de Curitiba (Rua Pres. Carlos Cavalcanti, 533 – Solar do Barão)
Entrada Franca
Classificação livre

 

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: FCC

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar