01.04.2019Semana especial comemora os 9 anos do programa Curitiba Lê

Oficinas, bate-papos e lançamento de livro são algumas das atividades que a Semana Curitiba Lê vai promover entre os dias 8 a 12 de abril. O evento que comemora os 9 anos do programa visa estimular a leitura e apresentar os principais debates que rondam o tema atualmente. As oficinas são gratuitas e estão com as inscrições abertas até o preenchimento das vagas. Uma programação especial com palestras está sendo preparada.

O tema desta edição é ‘Acolhimento, resistência e diversidade’. A coordenadora de literatura da Fundação Cultural de Curitiba, Mariane Torres, comenta que os termos são ações que englobam toda a programação. As oficinas acontecem na Capela Santa Maria, no Conservatório de MPB de Curitiba e nas Casas de Leitura espalhadas por todas as Administrações Regionais da cidade.

“A relação de subjetividade que a literatura te dá, faz você entender melhor os contextos e se colocar no lugar do outro, do personagem fazendo o contraponto com você mesmo. Esse pensamento faz as pessoas aceitarem melhor o diferente e acolherem a literatura em vários sentidos”, explica Torres.

Oficinas
Entre os convidados para ministrar as oficinas, está Rosana de Mont’Alverne Neto (MG), fundadora do Instituto Cultural Aletria, editora e autora de Literatura Infantil e Juvenil e pesquisadora sobre Letramento Literário. Mont’Alverne apresenta a oficina Reconto de tradição oral: A linguagem simbólica dos contos de sabedoria.

“A literatura é muito rica, porque ela fala sobre tudo”, comenta a coordenadora. Outras oficinas sobre temas diversos estão previstas, como ‘Intermediações: Literatura e Artes Plásticas’, ‘A (DES)Construção de estereótipos de gênero nas múltiplas linguagens artísticas’ e ‘Os usos da voz e do corpo na contação de histórias’.

As Casas de Leitura Maria Nicolas, na Rua da Cidadania de Santa Felicidade, e na Jamil Snege, da Rua da Cidadania Fazendinha, recebem duas oficinas sobre literatura indígena. O tema – ‘A importância da literatura indígena na formação do leitor multicultural’ – que também é o mote de 2019 da Organização das Nações Unidas, será apresentado pelo pesquisador e mediador de leitura, Thiago Corrêa.

“A língua é fundamental na formação de um povo e a escrita e as narrativas são o que dão vida para língua, elas resgatam tradições e histórias e dão continuidade da língua, vamos falar de tudo isso”, concluiu Torres.

Serviço: Semana Curitiba Lê: ‘Acolhimento, resistência e diversidade’
Datas: de 8 a 12 de abril
Acesse o link abaixo e confira todas as atividades, as vagas são limitadas: https://bit.ly/2Oymveb
Inscrições on line, no link: https://forms.gle/BH7piAgJhpncrHrx7

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar