13.01.2011“Música brasileira para quinteto de sopros” lota sala do Paço da Liberdade

Todos os 60 lugares da sala do Paço da Liberdade estavam ocupados por admiradores da música erudita durante a apresentação “Música brasileira para quinteto de sopros”, que fez parte da 29 ª Oficina de Música de Curitiba. O concerto aconteceu nesta terça-feira (11), às 18h, e reuniu músicos de vários lugares do Brasil, residentes em Curitiba, que reuniram suas experiências em música de câmara com o objetivo de divulgar e incentivar a criação de novas obras para esta formação.

Os músicos, da Orquestra Sinfônica do Paraná, Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa e a À Base de Sopro, eram Fabrício Ribeiro (flauta), João Vitor Jr. (fagote), Jacson Viera (clarinete), Francisco de Holanda (oboé) e Tadeu Malaquias (trompa). A programação incluiu “Instantâneos folclóricos”, “Variações sérias sobre um tema de Anacleto de Medeiros”, “Brincadeira a cinco”, “Suíte para quinteto de sopros” e “Piccolo Divertimento”.

Amanda da Silva, violonista de 23 anos, natural de Joinville (SC), era uma das presentes na apresentação. “Acho importante ouvir outros timbres, sonoridades e um repertório diferente do que conheço”, destaca. Patrícia Kohiyama, pianista também com 23 anos, aproveitou a oportunidade para conhecer melhor o trabalho de compositores contemporâneos e saiu do local inspirada para aprender novos instrumentos. “Costumo ouvir música erudita em casa também e, depois desta apresentação, minha vontade de aprender flauta transversa só aumentou”, conta.

Azlin Brisol, de Ourinhos (SP), diz que chegou em Curitiba para fazer um curso e logo ficou sabendo do evento. “Tenho uma banda e não teria oportunidade melhor para aprender”, comemora a musicista, de 38 anos.

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar