08.12.2019 Rafael Greca pede que MEI para Cultura e Economia Criativas seja mantida

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, encaminhou ofício, neste sábado pela manhã (7/12), ao Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Ônyx Lorenzoni, solicitando que o governo federal mantenha o MEI para a classe artística. O manifesto de Greca chama atenção para os empregos gerados nos setores propulsionados pelas Cultura e Economia Criativas.

O Comitê Gestor do Simples Nacional editou, nesta sexta-feira (6/12), uma resolução que exclui 14 categorias profissionais do MEI (Microempreendedor Individual). A medida gerou críticas em todo o país. O MEI permite ao pequeno empresário com faturamento anual até R$ 81 mil o pagamento de valores menores de tributos como INSS, ICMS e ISS.

“Extinguir MEI para a classe artística traz prejuízos para a área, para os empregos gerados e impacta também na arrecadação do município”, diz Greca.

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar