25.06.2020Programa Nós e o Meio Ambiente leva crise hídrica para as redes sociais

Os fatores que contribuem para a crise hídrica decorrente da estiagem vivida no Paraná será o assunto, neste sábado (27/6), do programa Nós e o Meio Ambiente, da Fundação Cultural e do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac). O tema será apresentando pela advogada e ambientalista Flávia de Sá Sotto Maior, na página da Fundação Cultural no Facebook (https://www.facebook.com/fundacaoculturaldecuritiba/).

Esta será a segunda intervenção de Nós e o Meio Ambiente na rede social. Na estreia, no Dia Mundial do Meio Ambiente (5/6), o paisagista e ativista ambiental Ademar da Silva Brasileiro, conhecido como Mago Jardineiro, mostrou como fazer um mini-jardim com plantas comestíveis. Um mês depois, no dia 4/7, será a vez de abordar como reduzir a produção de resíduos e promover a reciclagem.
Arte verde

“A ideia é aproveitar o recolhimento social, proporcionado pela pandemia do novo coronavírus, e convidar as pessoas a pensar sobre o que cada um pode fazer por uma relação menos agressiva e mais harmônica com o meio ambiente”, explica a coordenadora do Nós e o Meio Ambiente, Márcia Squiba.

O uso de recursos como a água e também os hábitos alimentares estão, segundo ela, entre as reflexões necessárias. “Afinal, essa relação também impacta sobre o artista e seu trabalho”, diz.

O programa existe desde 2008 e funciona na Capela Santa Maria. Além de cultivar um pomar no local, a iniciativa foi assimilada pela equipe do setor e está integrada às ações da Fundação Cultural/Icac para o público. Festivais de arte e a Oficina de Música, onde acontecem cursos sobre meio ambiente, estão entre elas.

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar