30.03.2014Pedreira reabre com novos sistemas de mobilidade e segurança

Foi com “Emoções”, na voz de Roberto Carlos, que o curitibano reencontrou um de seus espaços mais queridos, a Pedreira Paulo Leminski. O local estava fechado desde 2008 devido a um imbróglio judicial e passou por uma grande reforma para readequações de segurança e conforto, além de intervenções para mitigar o impacto do funcionamento para a vizinhança.

A chegada e a entrada dos fãs neste sábado (29) ocorreu sem tumultos e o evento serviu de teste para um novo sistema de mobilidade e segurança para dias de eventos. Roberto Carlos abriu o show por volta das às 21h30 e brindou o público com seu repertório de sucessos incluindo “Detalhes”, “Como é grande o meu amor por você”, “Jesus Cristo”, “Além do Horizonte”, entre outras.

“Difícil imaginar um presente melhor para Curitiba do que a reabertura da Pedreira. E melhor ainda da forma que aconteceu, com o sistema de trânsito, de segurança e todos os demais mecanismos que foram pensados para minimizar o impacto para o entorno funcionando de maneira exemplar. Neste sábado, a cidade passou por um grande teste de organização para a Copa do Mundo, já que tivemos, além do show, o jogo teste na Arena e mais uma série de eventos que levaram milhares de pessoas às ruas. E tudo sem registrar um único incidente”, avaliou o prefeito Gustavo Fruet.

O presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli, ressaltou o esforço de diversas secretarias municipais para que a Pedreira pudesse ser liberada. “Foi um grande esforço conjunto e republicano entre Prefeitura, DC Set (empresa que administra o espaço), Ministério Público e associação de moradores que possibilitou a reabertura e garantiu que a Pedreira possa operar de forma segura e eficiente, o que somado às características do lugar, faz deste um dos melhores espaços para shows do mundo”, disse.
Além dos shows, a DC Set irá promover diversas atividades culturais na Pedreira, como fóruns, oficinas, cursos e seminários sobre temas relacionados à cultura. “Vencida esta etapa para a reabertura, vamos oferecer inúmeras atividades voltadas para áreas como teatro, dança e música. Aproveitaremos esse espaço maravilhoso e cheio de história para difundir as mais diversificadas demonstrações culturais e artísticas”, completou um dos sócios da empresa, Hélio Pimentel.

O vereador Jonny Stica, idealizador da campanha “A Pedreira é Nossa!”, que mediou as negociações para a reabertura do espaço, comemorou o show e afirmou que Curitiba volta a ser referência em eventos nacionais e internacionais. “Quando a Pedreira fechou, éramos a segunda praça de shows nos Brasil. Com a volta da Pedreira, a cidade voltará ao mapa de grandes shows, o que além de contribuir enormemente para a economia relacionada a estes eventos, vai contribuir, acima de tudo, para que os artistas e a cultura local ganhem força e relevância”, avaliou.

Mudanças

Para garantir a reabertura da Pedreira, o acordo prevê que podem ser realizados, no máximo, dois grandes eventos a cada 30 dias.
Os shows realizados de segundas a quintas-feiras poderão terminar até às 23h. Nas sextas-feiras, sábados e vésperas de feriados o limite é 1 hora da manhã do dia seguinte. Já aos domingos e feriados, as apresentações não podem ultrapassar das 20h.

Os eventos também não poderão ser realizados nos dias em que houver clássicos ou decisões de campeonatos de futebol. Além disso, ficou decidido que todos os shows deverão contar com a atuação expressiva das entidades vinculadas ao campo da segurança e saúde pública, em nível estadual e municipal. Portanto, o policiamento será intensivo e ostensivo.

A reforma do complexo, que inclui um parque e o teatro Ópera de Arame, consumiu cerca de R$ 17 milhões, incluindo um novo projeto de acesso para o público, respeitando todas as normas de acessibilidade. A DC Set também criou um esquema de bolsões de estacionamento e de ônibus (reforçando o sistema público) para que as pessoas utilizem o transporte público.

Mais informações em http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/justica-autoriza-reabertura-da-pedreira-paulo-leminski/31780.

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar