18.01.2010Oficina de Música apresenta ópera de Rossini

O resultado do trabalho realizado pelos alunos e professores da classe de Ópera Studio da 28ª Oficina de Música de Curitiba poderá ser conferido em duas apresentações nesta terça e quarta-feira (19 e 20), no Guairinha. O grupo fará a encenação da ópera “A ocasião faz o ladrão”, de Gioachino Rossini, com direção cênica de Carlos Harmuch e preparação musical e vocal de Enza Ferrari. A orquestra que acompanha o espetáculo tem regência de Osvaldo Ferreira.

O grupo de 13 alunos, todos jovens profissionais do canto lírico, vindos de vários estados do Brasil, encenará uma das óperas mais populares de Rossini, composta ainda na sua juventude. “É uma peça curta e muito divertida”, conta o diretor Carlos Harmuch. A produção é completa, inclusive com cenários e figurinos.

Divididos em dois elencos (um para cada apresentação), os cantores passaram por um intenso processo de preparação. “É uma verdadeira ousadia montar uma ópera de Rossini em tão pouco tempo. Mas isso faz parte do nosso trabalho, que é propiciar um pouco dessa vivência na produção de uma ópera”, diz Harmuch, que participa da Oficina desde 1992, quando criou o curso de Ópera Studio, ao lado de Neyde Thomas.

Carlos Harmuch é brasileiro, mas vive há muito anos na Suíça, onde divide suas atividades entre a direção de espetáculos e a formação profissional de cantores cênicos. Reconhecido no meio musical europeu como especialista em óperas barrocas, Harmuch dirigiu em 2009 a obra “La descente d’Orphée aux enfers”, de Marc-Antoine Charpentier, na noite de gala dos 50 anos do Festival de Flandres, na Bélgica. No ano passado também foi professor convidado da Academia Europeia de Música Antiga de Ambronay (França). Este ano ele conclui seu mestrado em Ópera e Dramaturgia na Universidade de Sorbonne, em Paris.

A preparadora vocal e também pianista Enza Ferrari participa da Oficina de Música pela primeira vez. Segundo Harmuch, a vinda da artista foi um presente para os alunos de ópera. “A presença dela proporciona uma experiência única para todos nós”, afirma. Enza Ferrari é italiana e desenvolveu longa carreira como pianista acompanhadora, especialmente em produções de ópera. Trabalhou e acompanhou cantores líricos como Maria Callas, Giuseppe di Stefano e Renato Capecchi.

Serviço:

Ópera “A ocasião faz o ladrão”, de Gioachino Rossini, com alunos de Ópera Studio da Oficina de Música.
Local: Auditório Salvador de Ferrante (Guairinha)
Datas: 19 de janeiro de 2010 (terça-feira), às 20h30, e  20 de janeiro (quarta-feira), às 18h30.

Ingresso – R$ 10 ou R$ 5 mais um quilo de alimento não perecível.

Venda de ingressos diretamente na bilheteria do teatro, uma hora antes do espetáculo.

Você pode acompanhar tudo que acontece na 28ª Oficina de Música de Curitiba nas mídias da internet Sites, Blog, Twitter, Orkut, Flickr, Youtube. Fotos, vídeos, programação e muitas novidades estão disponíveis nos endereços:

www.oficinademusica.org.br www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br
http://oficinademusicadecuritiba.blogspot.com http://twitter.com/oficinademusica
http://www.youtube.com/oficinademusicacwb http://www.vimeo.com/oficinademusica
http://www.flickr.com/photos/fundacaoculturaldecuritiba

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar