18.12.2019 Homenageado faria aniversário nesta terça-feira

 O mundo celebra, nesta terça-feira (17/12), a data próxima do nascimento de Ludwig van Beethoven. Batizado neste dia de 1770, ele é o homenageado da 37ª Oficina de Música de Curitiba, que destaca a inclusão de pessoas com deficiência por meio da participação em cursos gratuitos e apresentações.

Um dos mais importante eventos do calendário cultural de Curitiba, a Oficina coincidirá com as comemorações pelos 250 anos do compositor erudito alemão que, mesmo depois de surdo, atingiu o grau máximo de qualidade técnica musical com a ajuda da memória auditiva.

Beethoven começou a ficar surdo pouco depois dos 20 anos e não ouvia mais nada dez anos antes de morrer. “Para prevenir esse tipo de deficiência, teremos palestras sobre saúde auditiva dirigida aos músicos e também ao público em geral”, antecipa a coordenadora-geral da Oficina, Janete Andrade.

Legado vasto
Mesmo experimentando os efeitos da surdez progressiva, Beethoven escreveu cerca de 200 peças. Várias delas estarão na programação das apresentações para música de câmara e sinfônica, que serão feitas por músicos professores da Oficina de Música.

Entre suas criações estão sonatas, sinfonias, concertos e óperas que retratam sentimentos diversos como o trágico, o burlesco, o sentimental, o idílico e o romântico. Sua última obra foi a Sinfonia nº 9 em Ré Menor, composta em homenagem a Frederico Guilherme III, Rei da Prússia.

O gênio da música erudita escrevia a 10ª Sinfonia quando morreu em Viena, em 1827, aos 57 anos, vítima de cirrose hepática. Reconhecido por seu apuro técnico e popular ao mesmo tempo, teve seu cortejo fúnebre acompanhado por milhares de pessoas, que foram prestar a última homenagem do autor de obras-primas como a Sinfonia nº 6 (Pastoral) – uma de suas mais populares criações.

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar