15.01.2010Fundação Cultural assume a programação do Teatro Dr. Botica

A Fundação Cultural de Curitiba assume a partir deste mês a gestão do Teatro de Bonecos Dr. Botica, numa parceria com o Boticário, que continua responsável pela manutenção do espaço no Shopping Estação e pela infraestrutura adequada para realização das peças e atividades artístico-culturais pertinentes à arte bonequeira.
O objetivo da parceria, que inicialmente tem a duração de três anos, é potencializar ainda mais o uso do espaço com apresentações de diversos grupos culturais e fortalecer o Teatro de Bonecos no roteiro cultural do município.
A Fundação Cultural assume a responsabilidade pela programação, que inicialmente apresenta peças de quinta a domingo e feriados, com atrações diferenciadas. Serão fomentadas diversas formas de animação como fantoches e bonecos, dando oportunidades para os atores locais. “Esta parceria é muito importante para a cidade, pois aumenta as opções culturais tanto para a população quanto para a classe artística. Poder contar com um espaço como este para as apresentações é muito bom,” destaca Paulino Viapiana, presidente da Fundação Cultural.
Os grupos serão selecionados por meio de editais do Fundo Municipal da Cultura, como o de Formas Animadas, e também por meio de parcerias diretas com artistas locais. Além do Teatro de Bonecos Dr. Botica, os editais selecionam ainda grupos para o Teatro do Piá e espetáculos a serem apresentados em espaços culturais e comunitários, nas nove regionais da cidade.

O Teatro - Iniciativa do Boticário, o Teatro de Bonecos Dr. Botica nasceu com os objetivos de preservar e difundir a milenar arte do teatro de bonecos, desenvolver pesquisa de novas linguagens, democratizar o acesso de todas as camadas da população e investir na formação de novos profissionais. Desde sua criação, em 2001, a Cia. Manoel Kobachuk, um dos grandes nomes do teatro de bonecos do Brasil, era responsável pela gestão do espaço. Neste período, o Teatro de Bonecos Dr. Botica tornou-se rapidamente referência nacional e internacional nesta área.
Localizado no Shopping Estação, em Curitiba, sua infraestrutura tem capacidade para 100 espectadores, além de um miniteatro aberto ao público: a Janela do Teatro, lugar onde acontecem curtas apresentações de aproximadamente dez minutos de duração.

Programação – Em janeiro o Teatro de Bonecos Dr. Botica terá programação dupla. A peça “A História da Música” abre a temporada de 2010, a partir desta quinta-feira (14), às 15h. Com direção de Marcello Santos, o espetáculo mostra a trajetória da música, da pré-história até os dias de hoje. Inicia com a origem e descoberta dos sons, a música nas civilizações antigas as grandes orquestras e os caminhos percorridos até a atualidade. A peça, que integra a programação da XXVIII Oficina de Música de Curitiba, vai até o dia 29 de janeiro.
O outro espetáculo em cartaz durante o mês é “O Rei que Ficou Cego”, também dirigido por Marcello Santos, com texto de Ricardo Azevedo. A peça conta a história de um rei que perde a visão e apenas uma água milagrosa, encontrada na terra do gigante, no país do “quem vai lá não volta”, pode salvá-lo. Seu filho caçula parte em busca da tal água, enfrentando vários desafios pelo caminho. O espetáculo inicia no dia 14 e vai até o dia 29, com apresentações às 17h.
A partir do dia 30 entra em cartaz “João e Maria”, com texto e direção de Manoel Kobachuk. As apresentações vão até o dia 21 de fevereiro, às 15h e 17h.

Serviço:
A História da Música
Texto e trilha original: Angelo Esmanhoto
Direção: Marcelo Andrade dos Santos
Dias: 14, 15, 16, 17, 21, 22, 23, 24, 28 e 29/01, às 15h
Ingresso R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)

O Rei que Ficou Cego
Texto: Ricardo Azevedo
Direção: Marcelo Andrade dos Santos
Dias: 14, 15, 16, 17, 21, 22, 23, 24, 28 e 29/01, às 17h
Ingresso R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)

João e Maria
Texto e direção: Manoel Kobachuk
Dias: 30 e 31/01, 4, 5, 6, 7, 13, 14, 20 e 21/02, às 15 e 17h
Ingresso R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)


Confira a programação completa em:

www.teatrodebonecosdrbotica.com.br www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar