25.01.2010Filmes sobre MPB na Cinemateca

A segunda fase da Oficina de Música de Curitiba tem uma programação especial de cinema, com filmes que falam da história da MPB.

O documentário Guilherme de Brito, de André Sampaio, que conta a história de um dos maiores poetas da música brasileira, parceiro de Nelson Cavaquinho e autor dos versos imortais de clássicos como “A flor e o espinho” ("Tire o seu sorriso do caminho, que eu quero passar com a minha dor"), integra a mostra de cinema brasileiro, em cartaz na Cinemateca, dentro da programação da segunda fase da 28ª Oficina de Música de Curitiba.

O curta-metragem Samba de Quadra, de Gustavo Mello e Luiz Ferraz, que registra a memória do samba caipira paulista, é outro filme da mostra. Também na relação das obras, o documentário Cantoras do Rádio, de Gil Baroni e Marcos Avellar. Produzido no Paraná em 2008, o filme resgata a Era de Ouro do rádio brasileiro e teve como ponto de partida o show Estão voltando as flores, criado e dirigido pelo pesquisador Ricardo Cravo Albin, em 2005. No espetáculo, Carmélia Alves, Violeta Cavalcante, Ellen de Lima e Carminha Mascarenhas fazem uma homenagem a dez grandes divas daquela época, cantando sucessos de Aurora Miranda, Aracy de Almeida, Carmen Miranda, Dalva de Oliveira, Dircinha Batista, Dolores Duran, Elizeth Cardoso, Isaura Garcia, Linda Batista e Nora Ney.

Música Subterrânea, de Luciano Coelho, que mostra a história do jazz curitibano a partir da década de 1950, é outro longa recentemente produzido em Curitiba. Representando a produção de curtas-metragens paranaenses, a Oficina de Música apresenta também Viva Volta, de Heloísa Passos, e Booker Pittman, de Rodrigo Grota, que terá sua primeira exibição em 35mm na cidade.

“Fizemos esforços para projetar as cópias disponíveis em 35mm. Buscamos filmes que dialogassem com o universo musical e ao mesmo tempo fossem interessantes do ponto de vista cinematográfico, sempre privilegiando boas cópias e boa exibição, no caso dos filmes mais antigos”, comenta o curador da mostra, Alexandre Garcia. Para isso a curadoria procurou cópias raras e de acervo, como no caso da Ópera do malandro (1986), de Ruy Guerra; Corações a mil (1981), de Jom Tob Azulay; e Buena Vista, documentário de 1999, dirigido por Wim Wenders

Cada programa é composto de um longa-metragem ou curtas aglutinados. A intenção é promover também um bate-papo a respeito das obras, do ponto de vista musical e cinematográfico. As sessões acontecem em dois horários, às 14h30 e às 19h, sempre com reprise da programação do dia anterior.

 

Serviço:

28ª Oficina de Música de Curitiba – 18ª Oficina de MPB
Mostra de Cinema Brasileiro
Local: Cinemateca de Curitiba (Rua Carlos Cavalcanti, 1.174 – Centro)
Data e hora: até 31 de janeiro de 2009, às 14h30 e 19h
Informações: (41) 3321-3252

Você pode acompanhar tudo que acontece na 28ª Oficina de Música de Curitiba nas mídias da internet: Sites, Blog, Twitter, Orkut, Flickr, Youtube. Fotos, vídeos, programação e muitas novidades estão disponíveis nos endereços:

www.oficinademusica.org.br
www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br
http://oficinademusicadecuritiba.blogspot.com
http://twitter.com/oficinademusica
http://www.youtube.com/oficinademusicacwb
http://www.vimeo.com/oficinademusica
http://www.flickr.com/photos/fundacaoculturaldecuritiba

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar