14.03.2014Estética zumbi é tema de palestra na Cinemateca de Curitiba

A Cinemateca de Curitiba recebe na próxima terça-feira, dia 18, a palestra “A figura do morto-vivo como metáfora social e política através da sua evolução no cinema”. Aberto ao público, o encontro programado para começar às 10h da manhã é uma contrapartida social do projeto da peça Marlon Brando, Whiskey, Zumbis e Outros Apocalipses.

Ministrada pelo diretor de teatro e cineasta Paulo Biscaia, a palestra abordará a estética zumbi usada em filmes de 1932 como White Zombie com Bela Lugosi, clássicos de George Romero como Madrugada dos Mortos e Diário dos Mortos, a consagrada Trilogia Evil Dead, de Sam Raimi e a produção brasileira Mar Negro (2013), de Rodrigo Aragão.

Sobre - Paulo Biscaia é formado em artes cênicas pela PUC-PR com mestrado em artes pela Royal Holloway University de Londres. Está por trás da produtora de teatro e cinema Vigor Mortis, que se propõe a ser uma versão brasileira do teatro francês Grand Guignol, com temas ligados ao horror e violência gráfica. Mais informações no site http://www.vigormortis.com.br/

Serviço:
A figura do Morto-Vivo como metáfora social e política através da sua evolução no cinema
Local: Cinemateca de Curitiba
Endereço: Rua Carlos Cavalcanti, 1174
Data: terça feira, 18 de Março de 2014.
Horário: 10h ao meio dia
Ingresso: gratuito

Filmografia Abordada:
White Zombie(1932), com Bela Lugosi
I Walked With a Zombie(1943), de Jacques Tourneur
Mortos que Vivem(1964), com Vincent Price
A Noite dos Mortos Vivos(1968), de George Romero
Madrugada dos Mortos(1978), de George Romero
Zombi 2(1980), de Lucio Fulci
Dia dos Mortos(1985), de George Romero
A Volta dos Moros Vivos(1985), de Dan O’Bannon.
Reanimator – A Hora dos Mortos Vivos(1985), de Stuart Gordon
Trilogia Evil Dead, de Sam Raimi
Fome Animal (1992), de Peter Jackson
Extermínio (2002), de Danny Boyle
Resident Evil (2002), de Paul W S Anderson
Terra dos Mortos (2004), de George Romero
Todo Mundo Quase Morto (2004), de Edgar Wright
Dead Snow (2008), de Tommy Wirkola
Diário dos Mortos (2008), de George Romero
REC (2007), de Jaume Ballagueró e Paco Plaza
Guerra Mundial Z (2013), de Marc Forster
Meu Namorado É Um Zumbi (2013), de Jonathan Levine
Paranorman(2012) de Sam Fell e Chris Butler.
Mar Negro(2013), de Rodrigo Aragão

Autor: Assessoria de Imprensa da FCC

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar