14.10.2010Curitiba ganha primeiro Biblioparque nesta sexta-feira

Passar o domingo lendo no parque é um programa que o curitibano vai poder fazer, mesmo que não tenha trazido um livro de casa. O prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, e o presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Paulino Viapiana, inauguram nesta sexta-feira (15), às 10h30, no Parque Barigüi, o primeiro Biblioparque da cidade, um posto móvel de empréstimo gratuito de livros que vai percorrer os parques da cidade aos domingos.

Um dos projetos que integra o programa Curitiba Lê, o Biblioparque é composto por um veículo movido a energia elétrica e uma estrutura adaptada para acomodar livros, periódicos, ombrelones, cadeiras para adultos e crianças, pufs e mesas desmontáveis. O espaço ocupa 200 metros quadrados e vai funcionar todos os domingos, das 10h às 18h.

Esta primeira unidade foi patrocinada pela Vivo, que também será a responsável pelo gerenciamento da operação até abril de 2011, em parceria com a FCC. A programação inclui sessões de contação de histórias ao longo do dia, distribuição de marcadores de livros, além de pintura em livros de quadrinhos. A empresa também disponibilizará uma tela interativa que dá acesso à sinopse dos livros que podem ser emprestados e dois notebooks para navegação na internet. Junto ao Biblioparque, o público encontrará ainda um local para descarte de aparelhos celulares e baterias velhas.

O projeto será lançado nesta sexta-feira (15) e o equipamento começa a funcionar no domingo (17). Na abertura, o público terá à disposição 300 títulos, com um total de 900 volumes. Nos próximos meses, o acervo atingirá 1.350 títulos e quatro mil volumes que oferecem uma variada gama de autores, entre eles Machado de Assis, Guimarães Rosa, Gonçalo Tavares, Isabel Allende e Mario Vargas Llosa, que conquistou o Prêmio Nobel de Literatura 2010, entre muitos outros. A escolha dos livros foi elaborada por uma comissão da Fundação Cultural de Curitiba.

Além da leitura no parque, quem quiser poderá emprestar os livros por 21 dias, de forma simples e sem burocracia. A devolução pode ser feita no próprio Biblioparque ou em qualquer das Casas da Leitura mantidas pela Fundação Cultural. O primeiro parque a receber o novo equipamento é o Barigüi, mas o projeto vai percorrer também o Bosque do Papa, Parque Tingüi, Jardim Botânico, Parque Bacacheri e Parque São Lourenço.

Curitiba Lê - Lançado em abril, o programa de incentivo ao hábito da leitura é mais uma iniciativa da Prefeitura Municipal, dentro do conjunto de ações de fomento, difusão e formação que visa aumentar quantitativa e qualitativamente os índices de leitura entre crianças, jovens e adultos. O Curitiba Lê compreende ações em todos os bairros da cidade, como rodas, ciclos e laboratórios de leitura, cursos e contações de história. Para integrar o programa, todas as bibliotecas mantidas pela Fundação Cultural foram transformadas em Casas da Leitura, cada uma homenageando uma personalidade ligada ao meio literário. No total são 14 espaços que têm como objetivo envolver a comunidade com a leitura.

Outro destaque do Curitiba Lê é a Estação da Leitura no Terminal Pinheirinho, inaugurada em abril passado. A iniciativa inédita permite que as pessoas emprestem livros de forma bastante simples, gratuitamente e sem burocracia. Em novembro deve entrar em funcionamento também o Bondinho da Leitura, que funcionará nos moldes da Estação.

Serviço:

Inauguração do Biblioparque, unidade de empréstimo gratuito de livros que compõe o programa Curitiba Lê, desenvolvido pela Fundação Cultural de Curitiba.

Local: Parque Barigüi

Data e horário: dia 15 de outubro de 2010 (sexta-feira), às 10h30

 

Horário de funcionamento do Biblioparque: domingos, das 10h às 18h

Entrada franca

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar