02.11.2019Classe artística em luto pela morte do músico Daniel Ferreira de Miranda Júnior


A Fundação Cultural de Curitiba lamenta a morte do clarinetista e saxofonista Daniel Ferreira de Miranda Júnior, ocorrido nesta sexta-feira (1º). O músico foi um dos fundadores da Banda Lyra Curitibana, integrou o conjunto Choro e Seresta, e participou de várias orquestras e grupos musicais, entre eles a Orquestra À Base de Sopro do Conservatório de MPB de Curitiba.

Desde muito jovem, Daniel frequentou rodas de samba e aos 16 anos foi um dos primeiros integrantes da Banda Lyra. Participou da Orquestra Sinfônica Juvenil da UFPR e da Banda Musical do CEFET-PR. Em 2003 montou o grupo de choro Ebubu Fulô, com Julião Boêmio, Zézinho do Pandeiro e Vinicius Chamorro. De Maé da Cuíca a Mãe Orminda, tocou com todos os expoentes do samba de Curitiba.

Durante sua trajetória acompanhou grandes nomes do samba e do choro que passaram pela cidade, como Nelson Sargento, Argemiro Patrocínio, Cabelinho, Casquinha, Noca da Portela, Tia Surica, Tantinho da Mangueira, Nadinho da Ilha, Raul de Souza, Raul de Barros, Humberto Araújo, Zé da Velha, Silvério Pontes e Monarco. Em 2014 recebeu homenagem da Velha Guarda do Samba de Curitiba na 20º edição do Samba da Tradição.

Aos familiares e amigos, a diretoria e os servidores da Fundação Cultural prestam suas condolências. O velório será realizado neste sábado, na Capela 1 do Cemitério Água Verde.

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar