15.05.2012Cinemateca apresenta filmes que denunciam abuso sexual contra crianças e adolescentes

O 18 de maio é marcado como Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Para lembrar a data, a Cinemateca de Curitiba exibe durante toda a semana filmes que abordam essa temática. A programação é uma parceria da Fundação Cultural de Curitiba, Secretarias de Estado da Cultura, Família e Desenvolvimento Social e Turismo, Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente e Comissão Interinstitucional de Enfrentamento às Violências.

De 14 a 20 de maio serão exibidos os cinco filmes do programa “Que exploração é essa?”, do Canal Futura. Eles serão apresentados antes das exibições dos filmes da programação normal da Cinemateca. Dias 14 a 17, às 14h, e dias 18 a 20, às 16h, 18h e 20h.

No dia 18, será exibido às 16h e 18h um dos clássicos do cinema brasileiro: “Iracema - Uma Transa Amazônica”, filme de 1975, que também aborda o tema da exploração. Em contraste com a propaganda oficial da ditadura, uma câmera flagra os problemas que a rodovia Transamazônica traria para a região: desmatamento, queimadas, trabalho escravo e prostituição infantil. Alternando documentário e ficção, o filme narra a história da jovem Iracema e do motorista Tião Brasil Grande.

Durante a semana também será distribuída a cartilha Doe sua Voz, material voltado ao público pré-adolescente, que será distribuído em todo o Estado e trabalhado em sala de aula, a partir de orientações da Secretaria de Estado da Educação.

 

Serviço:

Exibição de filmes para marcar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes (18 de maio)

Dias 14 a 17 de maio, às 14h: “Que exploração é essa?”

Dias 18 a 20 de maio, às 16h, 18h e 20h: “Que exploração é essa?”

Dia 18 de maio, 16h e 18h: “Iracema - Uma Transa Amazônica”. Classificação 16 anos para este filme.

Local: Cinemateca de Curitiba (Rua Carlos Cavalcanti, 1174).

Informações: (41) 3321-3252

 

 

 

 

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar