25.03.2015Camerata Antiqua de Curitiba abre a temporada 2015 neste final de semana

Dentro das comemorações dos 322 anos de Curitiba, a Camerata Antiqua abre a temporada 2015 com duas apresentações na Capela Santa Maria neste final de semana. O concerto dedicado à Semana Santa terá obras de Johann Sebastian Bach sob a regência do maestro mineiro Luís Otávio Santos e como solistas Luciana Melamed (soprano), Daniele Oliveira (contralto),  Sidney Gomes (tenor) e Cláudio de Biaggi (baixo).

No sábado (28), a apresentação começa às 20h e no domingo às 18h30 com ingressos a R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada). A temporada 2015 de apresentações da Camerata Antiqua de Curitiba é patrocinada pelo Ministério da Cultura e pela Volvo.

Em homenagem aos 322 anos da cidade, o grupo irá apresentar o Hymno de Curitiba, primeiro hino da cidade, composto em 1928 por Benedito Nicolau dos Santos. A obra foi recentemente encontrada pelo pesquisador Gehad Hajar e restaurada pelo maestro Jaime Zenamon. O prefeito Gustavo Fruet receberá simbolicamente, no sábado, as partituras originais do hino.

O espetáculo de estreia da temporada 2015 também dá início aos pré-concertos – breves palestras ministradas por convidados antes das apresentações. Neste fim de semana, quem fala ao público é o mestre em música e professor da Escola de Música e Belas Artes do Paraná – EMBAP, Marco Aurélio Koentopp.

Programa


A primeira parte da apresentação da Camerata reserva no programa a Cantata de "BWV 4 – Christlag in Todesbanden" (Cristo jazia sob mortalhas). A obra composta para o 1º Dia da Festa da Páscoa foi estruturada em oito movimentos, divididos em partes solos com árias e duetos, coro e orquestra.

A cantata é uma peça vocal sacra que floresceu primeiramente na Itália, no começo do século XVII. No século XVIII, porém, a forma desenvolveu-se para incluir várias vozes solo, coro e orquestra. A cantata de igreja ou cantata da chiesa luterana alemã, que se tornou famosa graças a Johann Sebastian Bach, usava texto bíblico e apresentava árias, recitativos e corais.

Na segunda parte, a peça "Oster-Oratorium BWV 249" (Oratório de Páscoa), composta em 1736, também de Johann Sebastian Bach (1685-1750), completa o espetáculo. A peça, composta para vozes solistas, coro e orquestra tem quatro personagens atribuídos aos quatro cantores solistas que representam os discípulos, como: Simão Pedro (tenor) e João Apóstolo (baixo), que aparecem em primeiro dueto correndo para o túmulo de Jesus e acham-no vazio, mas encontram lá Maria Madalena (contralto) e "a outra Maria" (soprano). A música é festivamente famosa pelo desenrolar histórico do texto sobre a ressurreição de Jesus, e pela instrumentação inserida por Bach que são os trompetes, tímpanos, oboés, oboé d'amore, fagote, flauta transversal, cordas e contínuo.

A Camerata Antiqua é mantida pela Fundação Cultural de Curitiba – FCC e administrada pelo Instituto Curitiba de Arte e Cultura – ICAC.
 

Serviço:
CAMERATA ANTIQUA DE CURITIBA - ABERTURA DA TEMPORADA 2015 CONCERTO DE PÁSCOA
Regência Luís Otávio Santos (Minas Gerais)
28 de março, 20h – Pré-concerto, 19h15 – Capela Santa Maria Espaço Cultural
29 de março, 18h30 – Pré-concerto, 17h45 – Capela Santa Maria Espaço Cultural
Concerto comemorativo aos 322 anos de Curitiba
Ingressos: R$ 30 e R$ 15
Informações: 3321 2840 / 3321 2842

PROGRAMA
Johann Sebastian Bach (1685-1750)

Cantata BWV 4 – Christlag in Todesbanden
(para o 1º dia da Festa de Páscoa)
1. Sinfonia
2. Coro Versus I: Christlag in Todesbanden
3. Dueto (Soprano, Contralto) Versus II: Den Todniemand zwingen kunnt
4. Ária (Tenor) Versus III: Jesus Christus, Gottes Sohn
5. Coro Versus IV: Es war ein wunderlicher Krieg
6. Ária (Baixo) Versus V: Hier ist das rechte Osterlamm
7. Dueto (Soprano, Tenor) Versus VI: So feiern wir das hohe Fest
8. Coral Versus VII: Wir essen und leben wohl

Oster-Oratorium BWV 249 (Oratório de Páscoa)
1. Sinfonia
2. Adágio
3. Dueto (tenor, baixo) e Coro: Kommt, eilet und laufet
4. Recitativo (contralto, soprano, tenor, baixo): O kalter Männer Sinn!
5. Ária (soprano): Seele, deine Spezereien
6. Recitativo (tenor, baixo, contralto): Hier ist die Gruft
7. Ária (tenor): SanftesollmeinTodeskummer
8. Recitativo (soprano, contralto): Indessen seufzen wir
9. Ária (contralto): Saget, saget mir geschwinde,
10. Recitativo (baixo): Wir sind erfreut
11. Coro: Preis und Dank
 

Autor: Assessoria de Imprensa da FCC

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar