27.03.2018Camerata abre temporada 2018 com concertos gratuitos em igrejas

A Paixão Segundo São João de Johann Sebastian Bach é a obra escolhida para abrir a temporada 2018 da Camerata Antiqua de Curitiba. Serão três apresentações gratuitas em igrejas, que acontecem durante a Semana Santa, garantindo acesso e descentralização dos concertos do grupo. Neste mês de aniversário da cidade, a programação anual da Camerata também será lançada em materiais impressos e no site: www.camerataantiqua.org.br.

Os concertos de abertura serão regidos por Abel Rocha, e acontecem na quinta-feira (29/03), dia do aniversário de 325 de Curitiba, às 20h30, na Terceira Igreja do Evangelho Quadrangular, na Sexta-feira da Paixão (30/03) às 19h30, no Santuário Nossa Senhora do Guadalupe e no Sábado de Aleluia (31/03) às 19h, na Igreja Batista Alameda. A entrada nos três concertos é franca.

Com a participação de 116 músicos: 46 integrantes do Coro e Orquestra da Camerata, 70 alunos do Projeto Nosso Canto e cinco solistas, a Camerata executará a composição do texto que representa os capítulos 18 e 19 do Evangelho de João da Bíblia Luterana. Os capítulos contam os momentos finais de Cristo, com um ator representando o Evangelista narrando exatamente o texto contido na bíblia.

O texto da obra será narrado em português, deixando em alemão as partes de maior contemplação da história e com legendas no telão. “Uma proposta mais próxima do que o fundador da Camerata, Roberto de Regina, previa para a Camerata, intercalar a narração com a obra, unindo as pessoas com a música. A intensão é trazer a história para mais perto do público”, afirma o regente.

Os solistas convidados têm carreira internacional, Norbert Steidl (Áustria/Brasil e Paraná) interpretará Jesus e Victor Torres (Argentina) fará o Pilatos. O papel do evangelista será feito cenicamente pelo ator Edson Bueno nos concertos da quinta-feira e sábado, e na Sexta-feira Santa o Padre Reginaldo Manzotti assume a tarefa. Entre os solistas estão ainda a soprano Cintia de Los Santos (RS), o contratenor Paulo Mestre (PR) e o tenor Miguel Geraldi (SP).

“Esse é um repertório digno de abertura de temporada da Camerata. Ele tem uma grandiosidade que é muito próxima da história do grupo, que já tem tradição nesses textos. É difícil demais e exige um grau de capacitação técnica alto. Será ótimo para mostrar toda a excelência da Camerata”, diz Rocha.

Sobre o repertório
Composta em Leipzig, Alemanha, no inverno que precedeu a Sexta-Feira Santa de 1724, a obra é uma representação dramática do texto contido no Evangelho de João, emoldurada por dois corais na abertura e final e dramatizada de forma reflexiva em recitativos, corais, ariosos e árias.

“A Paixão é uma obra de ocasião muito bem elaborada artisticamente”, explica Abel. “O Bach tem algumas paixões escritas, e esse momento sempre foi útil para se escrever música, porque existem muitos personagens, sentimentos distintos e dramas fortes. Então, com essa obra conseguimos olhar essa história tão significativa com emoções musicais diferentes, fazendo esse contato para as pessoas de uma maneira mais próxima”.
A peça é dividida em duas partes. Na primeira parte, a primeira cena se dá no Vale do Cédron e a segunda no palácio do sumo sacerdote Kaiphas. O argumento dramático entre Pilatos, Jesus e os sacerdotes não é interrompido pelas reflexões feitas pelo coro, que em Bach sempre representa o povo.

“É um momento de encontro da pessoa com ela mesmo, dentro da rotina moderna onde o momento de reflexão é tão pequeno, não temos tempo de parar e se compreender, e o concerto de música erudita te coloca perante questões próprias suas, tempo de sair de casa, ouvindo um conjunto de sons”, conclui.

Temporada 2018
A temporada 2018 da Camerata Antiqua de Curitiba será dividida em 34 concertos, entre o grupo inteiro, coro e orquestra e especificamente orquestra ou coro. Além da abertura, se destacam obras importantes do repertório de Johann Sebastian Bach, Motetos e o encerramento da temporada com o Oratório de Natal.

Na programação do coro, destacam-se três concertos com o tema ‘Missas’, escritos por diversos compositores de nacionalidades diferentes entre as quais os brasileiros como Pe. José Penalva, Osvaldo Lacerda e Lindembergue Cardoso com a Missa Nordestina.

A Orquestra faz uma importante participação na programação com o Mia Cara Curitiba, onde executará grandes mestres compositores italianos, bem como em outros programas com compositores universais como Haydn, Mozart, Villa-Lobos, e um destaque ao concerto com dança barroca no mês de setembro, “Le roi danse” com compositores da corte de Luis XIII e XIV, bem como dançarinos com coreografias originais do século XVIII.

Acesse a programação completa no site: www.camerataantiqua.org.br

Serviço:
Camerata Antiqua de Curitiba apresenta Paixão Segundo São João de Bach
Regência Abel Rocha

Data: Quinta-feira (29/03)
Horário: 20h30
Local: Terceira Igreja do Evangelho Quadrangular
Endereço: R. Otávio Francisco Dias, 299 – Água Verde
Telefone: (41) 3332-6633

Data: Sexta-feira (30/03)
Horário: 19h30
Local: Santuário Nossa Senhora de Guadalupe
Endereço: Praça Senador Corrêa, 128 – Centro
Telefone: (41) 3233-4884

Data: Sábado (31/03)
Horário: 19h
Local: Igreja Batista Alameda
Endereço: Alameda Júlia da Costa, 2225 – Bigorrilho
Telefone: (41) 3019-1308

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar