16.01.2010Banda Sinfônica da Oficina de Música é atração nesta segunda-feira

Sob a regência do maestro Dario Sotelo, alunos dos instrumentos de sopros, metais e percussão tocam ao lado do trompetista francês Pierre Dutot e do saxofonista Francisco Ferreira.

O maestro paulista Dario Sotelo que vai comandar o concerto da Banda Sinfônica na 28ª Oficina de Música de Curitiba é um incansável. Passou 2009 em saguões de aeroportos. Foram 14 viagens internacionais, para cumprir compromissos em festivais e à frente de orquestras da Europa e dos Estados Unidos. Para a apresentação desta segunda-feira (18), às 20h30, no Canal da Música, ele preparou um repertório variado. O trompetista francês e professor da Oficina, Pierre Dutot participa do espetáculo como solista, assim como o saxofonista Francisco Ferreira, que executa a obra Scaramouche, do compositor francês Darius Milhaud. O concerto tem muitas outras atrações. Entre as músicas escolhidas estão temas do folclore inglês e colombiano. A obra do norte-americano William Francis McBeth, “O Sétimo Selo” e o “Baião de Lacan” de Guinga e Aldir Blanc, com arranjo Hudson Nogueira, também fazem parte do repertório. “Procuramos elaborar um repertório o mais diversificado possível, pois o objetivo da Oficina de Música é oferecer aos alunos um leque aberto de obras”, comenta o maestro que é membro da Associação Mundial de Conjuntos de Sopros e Bandas Sinfônicas.

A  PREPARAÇÃO
Com a experiência internacional em trabalhar com orquestras formadas em festivais, o maestro Dario Sotelo, que também é regente da Orquestra Brasileira de Sopros, utiliza técnicas modernas de ensaio, aquecimento e desenvolvimento orquestral. Em pouco tempo, músicos que nunca tinham se visto, sobem ao palco e fazem apresentações de emocionar o público. Os 75 integrantes da Banda Sinfônica, formada no início da Oficina de Música, são alunos matriculados nos cursos. Nelson Bouzigues é um deles. Argentino, mudou-se para Assunção, no Paraguai, onde trabalha numa orquestra e ocupa o lugar da primeira trompa. Durante a Oficina o músico, escolhido também para ser a primeira trompa da Banda, passa as manhãs no curso do instrumento e às tardes ensaia sob a regência de Dario Sotello. “O maestro é exigente, mas é uma pessoa muito bacana. E tocar com gente nova é muito importante para o músico. É bom para desenvolver a versatilidade”, afirma Nelson. Ele diz estar impressionado com o nível dos professores da Oficina. Além disso, as aulas de trompa com o francês Jean Philippe Chavey, segundo Nelson, “trazem as últimas informações técnicas vindas da Europa e me preparam melhor para a profissão que eu escolhi”, conclui.

Serviço:
Concerto da Banda Sinfônica da 28ª Oficina de Música de Curitiba
Local: Canal da Música
Data: 18 de janeiro de 2009 (segunda-feira), às 20h30
Ingressos: R$ 10 ou R$ 5 (mais um quilo de alimento não perecível) 

Você pode acompanhar tudo que acontece na 28ª Oficina de Música de Curitiba nas mídias da internet: Sites, Blog, Twitter, Orkut, Flickr, Youtube. Fotos, vídeos, programação e muitas novidades estão disponíveis nos endereços: 

www.oficinademusica.org.br www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br http://oficinademusicadecuritiba.blogspot.com http://twitter.com/oficinademusica
http://www.youtube.com/oficinademusicacwb
http://www.vimeo.com/oficinademusica
http://www.flickr.com/photos/fundacaoculturaldecuritiba

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar