Fundação Cultural de Curitiba

Fundação Cultural de Curitiba

Galeria

Visualizar: Coleções Álbuns

Circuito de Dança nos Bairros e Maria Samambaia na Regional Cajurú - Foto: Cido Marques© 2018

Circuito de Dança nos Bairros É a criação de um caminho por onde percorrerão oficinas e apresentações de dança pré-agendadas através das contrapartidas sociais. Salas específicas dentro das regionais serão cadastradas para receber as atividades de dança e conquistar um público que ao longo do tempo se fidelizará possibilitando assim um maior aprofundamento da formação do indivíduo que quer dançar e a formação de plateia. As oficinas estarão alinhadas com as diretrizes pedagógicas de dança coerente com as praticadas na casa Hoffmann e com o plano pedagógico de ensino da dança em construção, proposto pela Fundação Cultural de Curitiba. O Circuito será alimentado por profissionais da dança em estágio/formação, bailarinos profissionais e artistas vinculados às políticas culturais da dança como atividades de pesquisas autorais na casa Hoffmann e editais de dança da FCC. O circuito é um programa específico da curadoria 2018 que tem seu início na Regional Cajurú como um projeto piloto. Mostra Solar Como o próprio nome sugere, vem lançar luz sobre os artistas e a linguagem de dança. Aposta no acompanhamento do desenvolvimento artístico nas etapas do pensamento à realização, da realização à difusão. Tem um olhar atento e curioso pelos caminhos que a linguagem da dança pode percorrer. Pela liberdade assumir riscos e surge com o compromisso de divulgar a ação de artistas curitibanos ao lado de artistas que dançam pelo mundo, É viabilizada através do Edital Solar do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura e da prefeitura Municipal de Curitiba. Maria Samambaia Inspirada nas mulheres surtadas que vagueiam nas ruas, nas mães que fracassam, nas professoras contraditórias e enfadonhas, Gladis Tridapalli apresenta a ideia de investigação em dança a partir de sua dissertação de mestrado que aponta como lidar com a dúvida, levantar questões, criar hipóteses, fazer escolhas, testar procedimentos. É o corpo planta que se assusta e em tom de explosão se revela em contradições e tem no espectador um parceiro. E você, se fosse uma samambaia, como seria? Regional Cajuru / Rua da Cidadania Curitiba - Paraná - Brasil



Fundação Cultural de Curitiba

Desenvolvido por Polvo Digital