Fundação Cultural de Curitiba

Fundação Cultural de Curitiba

Galeria

Visualizar: Coleções Álbuns

35ª Oficina de Música de Curitiba /ORQUESTRA DE CORDAS - foto: Cido Marques© 2018

Concerto de Encerramento das classes Conceitos e Técnicas do Ensino Coletivo de Cordas e Workshop “Iniciação ao aprendizado coletivo heterogêneo e simultâneo de cordas” Regência Enaldo Oliveira PROGRAMA Richard Wagner (1813-1883) Marcha dos Mestres Cantores Arranjo Richard Meyer Jean Sibelius (1865-1957) Andante Festivo Percy Fletcher (1879-1932) Canção Folclórica Bela Bartok (1881-1945) Danças folclóricas Romenas Jocul Cu Bâtã Arranjo Arthur Willner Georg Friedrich Händel (1685-1759) Música para os Reais Fogos de Artifício La Rejouissance Arranjo Ricahrd Meyer Georges Bizet (1838-1875) Farandole Da Suite L´Arlesienne n° 2 Arranjo Richard Meyer Antonín Leopold Dvořák (1841-1904) Sinfonia do Novo Mundo Allegro con fuoco Arranjo Richard Meyer Tradicional The Square Dance Arranjo Lennie Niehaus e Vernon Leidig Elliot Del Borgo (1938-2013) Dance Scenario Keiko Yemada (1972) Koneko Richard Meyer (1970) Viva Violas Ángel Gregorio Villoldo (1861-1919) Dois Tangos El Choclo e La Comparsita Arranjo Merle Isaac Três canções Irlandesas Blarney Pilgrim John Ryan´s Polka Toss the Feathers Arranjo Enaldo Oliveira BIOGRAFIA Enaldo Oliveira (Brasil) - Regência Nascido em Tucuruí, sudeste do Estado do Pará, Enaldo transferiu-se com a família para Belém aos quatro anos de idade, onde começou a estudar no Conservatório Carlos Gomes e, em seguida, no Serviço de Atividades Musicais (SAM), hoje Escola de Música da Universidade Federal do Pará (Emufpa). Lá, o garoto logo se interessou por violino e trompete. Mais tarde, na época do vestibular, ele se mudou para São Paulo, onde se graduou Bacharel em Violino pela Faculdade Santa Marcelina, e com uma tese sobre a metodologia do ensino coletivo dos instrumentos de corda, Enaldo obteve o título de mestre pela Universidade de São Paulo (USP). Devido ao sucesso do seu processo de estudo e pesquisa, foi convidado a integrar a equipe do projeto ‘Guri’, hoje uma das mais importantes iniciativas de formação de orquestras-escola, corais e grupos musicais em todo o País. Naquela época, no entanto, o trabalho estava apenas no início e ainda não havia uma metodologia específica para os professores utilizarem na aprendizagem musical das crianças e jovens carentes da Grande São Paulo. Sobre esta experiência o Maestro Enaldo comentou: “No início, eram apenas 450 alunos e os professores não sabiam como dar prosseguimento aos estudos depois de um certo ponto. Nesse sentido, o meu trabalho foi fundamental, porque eles passaram a utilizar a metodologia que eu desenvolvi. Hoje, o projeto já tem mais de 22 mil alunos e pelo menos 100 professores trabalhando com essa mesma pedagogia”. Com o crescimento vertiginoso do projeto e a formação de orquestras, Enaldo começou a perceber a necessidade de aprofundar os estudos sobre regência, no que ele era um autodidata. Surgiu a oportunidade de ir até a Austrália, participar de um encontro em que ele relataria a experiência no projeto ‘Guri’ e, lá, ele conheceu o renomado professor William de LaRue Jones, da Universidade de Iowa (EUA), que o convidou para fazer o doutorado em Regência de Orquestra pela mesma universidade. Nos Estados Unidos ocupou o mesmo cargo na University of Wisconsin-La Crosse Symphony Orchestra, na Saint Ambroise University-Community Symphony Orchestra, na Greater Cedar Rapids Youth Symphony Orchestras, e na La Crosse Youth Symphony Orchestra. Ainda nos Estados Unidos, atuou ainda como Diretor de Estudos Orquestrais da UW-La Crosse. No Brasil, já esteve à frente da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, da Orquestra Sinfônica da Paraíba, da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto, e da Orquestra Filarmônica do Femusc Jovem. Atuou como professor na Universidade do Estado do Pará; da Universidade Livre de Música Tom Jobim e da Fundação das Artes de São Caetano do Sul. Atualmente é professor concursado da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, dirige a Camerata UTFPR-Curitiba e é o Coordenador Geral do Workshop Internacional de Aprendizado Coletivo de Cordas. ORQUESTRA DE CORDAS Regência Maestro Enaldo Oliveira Violinos 1 Morgana Denise Schvetler (spalla) Ana Beatriz França Silva Edilson Silverio Jr. Nicole de Oliveira Thatiany Nunes Teschi Carlos Andre Nunes Soares Lucas Gabriel Rafael Pagani Vinicius Roberto Azevedo da Silva Violinos 2 Jonathan Wesley de Oliveira de Sousa Karen Natel Lucas Mattos Marco Paulo Borgonhoni Michelle Felix Trevisan Mozara Lenzi Tharsila Maynardes Dallabona Fariniuk Celina Amaral de Macedo Molli Mayer Tiago Cesnik Luiz Henrique Delfino Rhuan Felipe Bento da Costa Pedro Henrique Sprogis Violas William Sampaio Reuel Gomes da Silva Matheus Gomes Gadelha Vieira Santos Violoncelos Elcio Mizutani Bruno Stori Maria Julia Bianca Milena Devai Advaldo Silva 4 de fevereiro Teatro Guaira - Auditório Salvador de Ferrante - Guairinha Curitiba - Paraná - Brasil



Fundação Cultural de Curitiba

Desenvolvido por Polvo Digital