Fundação Cultural de Curitiba

Fundação Cultural de Curitiba

Galeria

Visualizar: Coleções Álbuns

“Enquanto a Chuva Cai” - Foto: Cido Marques© 2018

Espetáculo de teatro para surdos e ouvintes no Auditório Antônio Carlos Kraide. Estreou neste sábado (15/09), no Auditório Antônio Carlos Kraide, no Portão Cultural, o espetáculo “Enquanto a Chuva Cai”. A peça, destinada ao público surdo e ouvintes, une a comunicação oral com a linguagem de sinais Libras e fica em cartaz até o dia 30/09, sempre aos sábados e domingos, com ingressos gratuitos A peça narra a história de duas crianças órfãs que se encontram por acaso dentro de uma casa em escombros. A cidade em que vivem foi devastada pela guerra. São filhos de facções em conflito, mas em sua verdadeira inocência, ignoram sua condição de inimigas. Ignoram ainda uma outra diferença, que também não as impedirá de se tornarem amigas e aliadas na luta pela sobrevivência: uma diferença de língua. Uma delas ouve e domina a língua portuguesa enquanto a outra, ao invés de falar, sinaliza suas ideias, percepções e sentimentos. Nasceu surda e foi educada na Língua de Sinais de seu país. Acessível para surdos e ouvintes, o espetáculo ilustra o delicado processo de aproximação e comunicação entre os dois personagens. Nesta guerra, um amigo é como uma fonte no deserto. A barreira linguística, então, não pode ser um empecilho para que se tornem amigos e cúmplices na luta pela sobrevivência. Pensado a fim de unir o público surdo e ouvinte na plateia de um mesmo projeto, a peça foi criada para ser compreendida por todos. Entretanto, tem como principal objetivo trazer o público surdo para o teatro, além de proporcionar a pessoa ouvinte um primeiro contato com as Libras. Após as apresentações o público é convidado a participar de um breve bate-papo com o elenco da peça, a fim de estender a discussão acerca da acessibilidade proposta em cena. O espetáculo é uma homenagem a grande atriz paranaense Claudete Pereira Jorge, diretora do espetáculo junto a Nautilio Portela. No elenco, Igor Augustho e Helena de Jorge Portela interpretam as duas crianças, utilizando ainda recursos como a animação de objetos e a expressão corporal como potente ferramenta de comunicação cênica. A temporada no Teatro Antônio Carlos Kraide é realizada com o apoio do Programa de Apoio e Incentivo À Cultura, da Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba. A Companhia Fluctissonante é um grupo teatral idealizado pela atriz e produtora Helena de Jorge Portela que cria e produz espetáculos teatrais voltados ao público surdo e/ou a integração do público surdo e ouvinte em um mesmo espetáculo. Ao longo de seus cinco anos de existência o grupo realizou cinco espetáculos teatrais inéditos e um show musical em parceria com o músico João Francisco Paes. As peças da companhia foram dirigidas por nomes como Claudete Pereira Jorge, Nautilio Portela, Octávio Camargo e Giorgia Conceição. “Enquanto a Chuva Cai” 15 a 30 de setembro de 2018 (sábados e domingos) Auditório Antônio Carlos Kraide – Portão Cultural Curitiba - Paraná - Brasil



Fundação Cultural de Curitiba

Desenvolvido por Polvo Digital