Notícias

22.04.2019Encenações da Paixão de Cristo emocionam o público

A noite de sexta-feira (19/4) foi marcada por diversas apresentações da Paixão de Cristo pela capital. As encenações emocionaram as pessoas que foram aos bairros Sítio Cercado, Bairro Alto, Abranches, Alto Boqueirão, Xaxim e Pinheirinho. As apresentações foram realizadas por grupos de teatro comunitários amadores com o apoio da Fundação Cultural de Curitiba.

Na Rua da Cidadania do Bairro Novo, no Sítio Cercado, onde acontece uma das maiores encenações da cidade, mais de 7 mil pessoas se reuniram para prestigiar o espetáculo realizado pelo grupo de teatro Arte e Vida em sua 20ª encenação da Paixão de Cristo.

O prefeito em exercício, Eduardo Pimentel, foi acompanhado da família assistir a apresentação. “Trago o abraço do nosso prefeito Rafael Greca e o apoio do nosso município. Vivemos um momento de comunhão nessa sexta-feira santa e que no domingo, na ressureição de Cristo, nós passamos estar em família”, disse ele.

O presidente da Associação Sociocultural e Artística Profeta Elias (Ascape), Frei Edmilson Carvalho, agradeceu o apoio do município e disse que não é possível separar a dimensão religiosa da questão antropológica e cultural. “A religião faz parte certamente da cultura”, afirmou ele.

Muita emoção

A noite de temperatura agradável foi de encomenda, disse alguns moradores, com a lua cheia iluminando um céu estrelado, um cenário mais convidativo para quem acompanhou as duas horas de espetáculo ao ar livre. O grupo Arte e Vida, responsável pela encenação, reuniu em sua produção mais de 200 pessoas, entre atores, figurantes e ajudantes, a maioria moradores da região.

Um dos atores que interpreta Jesus é Thyago Ferrunes, de 35 anos. Ele contou que sente pontos de identificação com Cristo. O artista tinha, inclusive, 33 anos, quando o interpretou pela primeira vez, a mesma idade de Jesus quando foi crucificado. “Sou judeu como ele e essa é uma experiência muito interessante, traz uma mensagem de igualdade e encontros. Acho importante falarmos dessas coisas nos tempos em que vivemos”, afirmou.

Yasmin Barbosa Reis, de apenas 8 anos, estava animada para assistir pela primeira vez a encenação. Acompanhada de sete familiares, ela contou que chegou com mais de duas horas de antecedência para conseguir um lugar bem na frente. “Eu já li nos livros a história de Jesus, sei que ele vai ser crucificado e depois renascer, mas nunca tinha visto acontecer assim na minha frente”, contou a menina, admirada como se fosse um segredo.

Maria Solange dos Santos, 40 anos, mora no Pinheirinho e saiu cedo de casa com a família para assistir, também pela primeira vez, a Paixão de Cristo. “Eu me emociono fácil e ver a história de Jesus assim de perto é especial”, disse.

Também esteve presente ao espetáculo o administrador regional do Bairro Novo, Fernando Bonfim.

 

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: SMCS

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar