Notícias

03.05.2019Rosto da Cidade abre espaço para a formação em restauro

Os projetos Rosto da Cidade e Arquivo, desenvolvidos pela Prefeitura de Curitiba e pelo departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), despertaram o interesse da École de Chaillot, de Paris, para a capacitação de especialistas em restauro.

A ideia da criação de um Centro de Pesquisas Avançadas em Patrimônio Histórico em Curitiba com o suporte de uma instituição francesa foi apresentada pelo diretor-geral do campus da UTFPR em Curitiba, Marcos Schiefler, e a professora Giceli Portela, do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da universidade.

“A ideia é que a UTFPR se associe à universidade francesa para trazer a Curitiba uma especialização sobre um tema que é raro e de complexa formação, normalmente ministrado só no exterior”, explicou a professora Giceli, que integra as parcerias com o município dentro dos projetos Arquivo, do qual é coordenadora, e Rosto da Cidade.

A professora foi convidada a apresentar os projetos aplicados em Curitiba na escola parisiense e recebeu deles a manifestação de interesse em um convênio.

O prefeito Rafael Greca se dispôs a formalizar o processo na parte que cabe ao município. “Somos totalmente a favor. Vamos oficializar a manifestação de interesse da cidade como mais um passo em defesa do patrimônio, depois do Rosto da Cidade”, disse o prefeito.

O encontro dos representantes da academia com o prefeito foi primeiro passo para formalizar o convênio que terá outros encaminhamentos a serem conduzidos pelas partes. “Foi uma reunião para ter o endosso do prefeito”, disse Schiefler.

QR Code

Os imóveis restaurados no Rosto da Cidade têm placas com QR Code com os dados das edificações, que podem ser acessado por smartphones. A identificação dos edifícios faz parte do Projeto Arquivo UTFPR, que passará a contar agora também com áudio.

Participaram da reunião o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Luiz Fernando Jamur, a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro, o diretor de Patrimônio da FCC, Marcelo Sutil, e a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias.

Criada em 1887, a Escola de Chaillot tornou-se o departamento de treinamento da Cidade de Arquitetura e Patrimônio de Paris, em 2004. Fiel à missão original, oferece treinamento de pós-graduação em um campo que se estende de monumentos e centros históricos ao patrimônio comum.

Treina arquitetos de patrimônio especializados em conservação e restauro arquitetônico e urbano e paisagístico, bem como arquitetos e planejadores do Estado. Realiza cooperações do mesmo tipo no exterior.

 

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar