Notícias

13.11.2018Festa do Rosário leva o axé do povo negro ao Centro Histórico da cidade

O Centro Histórico será palco de celebrações religiosas, artísticas e culturais de quinta (15/11) a domingo (18/11), quando acontece a Festa do Rosário. As festividades contam com feira de artesanato, palco com apresentações artísticas locais e ainda a tradicional lavação das escadarias da antiga Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos de São Benedito.

São esperadas mais de 1.000 pessoas nos quatro dias de evento. No Palco Culturas Populares, no Largo da Ordem, de quinta-feira a sábado, vários artistas vão se apresentar ao público: Grupo de Choro do Conservatório de MPB, Luana Godim, Os Encantados, escolas de samba do Carnaval de Curitiba 2018 – Mocidade Azul e Enamorados, Engoma Bandeira da Amizade, Tambores do Paraná, TamborErê e as rodas de samba do Sindicatis e do Samba do Compositor Paranaense.

De acordo com o assessor da Prefeitura para Promoção da Igualdade Racial, Adegmar Silva (Candieiro), a comunidade afro-curitibana celebra as raízes com a festividade, que está na nona edição, cada ano tem uma programação mais diversificada e aumento do número de participantes. Também vai contar com a Feira Afro de artesanato e culinária, durante os quatro dias, no Memorial de Curitiba.
São previstas várias apresentações durante a feira, entre elas a da cantora Michele Mara, do multi-instrumentista Lucas da Paz e, para as crianças de todas as idades, contação de histórias, às 10h.

O ponto alto da festa será a lavação das escadarias no domingo (18/11), às 9h30. Após a tradicional lavação das escadas com flores e perfumes, tem início às 9h30 o cortejo com os Batuqueiros, saindo da Fonte da Memória (Praça Garibaldi) até o marco do Pelourinho, passando pelas gameleiras sagradas da Praça Tiradentes.

A festa curitibana se inspirou na lavagem das escadarias da Igreja do Bonfim, em Salvador, mas depois se tornou uma referência para as comemorações em outras cidades.
“Esta é uma festa plural, de resgaste, de consciência. É uma festa de todas as religiões, de todas as gentes, em prol da igualdade. Queremos levar o axé do povo negro para toda a cidade com uma programação que valoriza a cultura, expressividade artística e religiosa dos afro-curitibanos”, diz Candiero.

Durante a festa, haverá arrecadação de alimentos para serem distribuídos às famílias das crianças participantes do projeto Passos da Criança, da Vila Torres. A Festa do Rosário é uma parceria entre a Assessoria de Políticas de Igualdade Racial de Curitiba e a Fundação Cultural de Curitiba (FCC). Também tem a participação de diversos parceiros da sociedade civil, como o Centro Cultural Humaita – Centro de Estudo e Pesquisa da Arte e Cultura Afrobrasileira, Igreja do Rosário, Pastoral Afro, Arquidiocese de Curitiba, TV Evangelizar, Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial do Paraná, Bazar Orixá e Orixá Bazar Pingo de Ouro.

A programação festeja o Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, data em que se homenageia Zumbi dos Palmares, símbolo da luta por liberdade do povo negro brasileiro. A data remonta a morte dele e foi escolhida pelo movimento negro brasileiro e estabelecida pela Lei 12.519/2011.

Visita Guiada especial
No próximo sábado (17/11), das 9h às 12h, a pesquisadora Clarissa Grassi vai conduzir mais edição da Visita Guiada ao Cemitério Municipal São Francisco de Paula. Com uma edição especial dentro do mês da Consciência Negra, a visita vai abordar Personalidades Negras e Clubes Operários.
Clarissa vai contar a história de grandes personagens negras curitibanas, como por exemplo Maria Nicolas, que foi professora, escritora, poetisa, historiadora, contista e amante de Curitiba. Na visita também serão relembradas personalidades negras como Vicente Moreira de Freitas e Benedito Marques, responsáveis pela fundação de clubes operários de nossa capital, como a Sociedade 13 de Maio e o Clube Operário.
Para participar da visita é preciso se inscrever enviando nome completo e RG para o e-mail: visitaguiada@smma.curitiba.pr.gov.br

Pavilhão Étnico recebe Engoma de Terreiros – Maracatu 7 Ponteiras do Mar

Neste domingo (18/11), dentro da programação que celebra o mês da Consciência Negra, o Pavilhão Étnico recebe o evento Engoma de Terreiros – Maracatu 7 Ponteiras do Mar. A apresentação inicia ao meio-dia e vai reunir os conjuntos de instrumentos musicais usados no Terreiro, suas bandeiras da paz e amizade entre as casas de Umbanda de Curitiba. Com sua fé, tambores e cantos, os participantes festejarão este momento especial no Pavilhão Étnico de Curitiba.

Serviço:
Pavilhão Étnico com Engoma de Terreiros – Maracatu 7 Ponteiras do Mar
Local: Memorial de Curitiba – Rua Dr. Claudino dos Santos, 79
Data: domingo, 18 de novembro
Horário: 12h às 15h
Classificação livre
Ingresso: gratuito

________________________________________

PROGRAMAÇÃO FESTA DO ROSÁRIO
Festa do Rosário
Dia: de quinta (15/11) a domingo (18/11)
Horário: das 9h às 22h
Local: Largo da Ordem – Centro Histórico de Curitiba
Entrada gratuita
Outras informações: https://informativocentroculturalhumaita.wordpress.com/

Feira Afro: Cultura, Culinária e Ancestralidade
Dia: de quinta (15/11) a domingo (18/11)
Horário: das 9h às 18h
Local: Memorial de Curitiba

Palco Culturas Populares
Dia: de quinta (15/11) a sábado (17/11)
Horário: das 15h às 22h
Local: Largo da Ordem

Lavação das escadarias da antiga Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos de São Benedito (Igreja do Rosário)
Dia: domingo (18/11)
Horário: 9h30
Local: Igreja do Rosário, São Francisco
________________________________________

 

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar