31.03.2018Paixão de Cristo nos bairros emociona o público na Sexta-feira Santa

A noite desta sexta-feira (30/3) foi marcada por diversas apresentações da Paixão de Cristo pela cidade. Nem mesmo a ameaça de chuva espantou o público que esperava pela 19ª encenação da Paixão de Cristo do grupo de teatro Arte e Vida, na Rua da Cidadania Bairro Novo.

O espetáculo é uma das maiores encenações que retratam a Paixão em Curitiba. Recontando a história de Jesus, desde o seu nascimento até a morte e ressurreição, a peça, com duração de duas horas, foi marcada pela emoção e participação dos milhares de espectadores que a cada cena reagiam com expressões de apoio, surpresa e admiração.

"É sempre uma alegria, uma mistura de sentimentos porque a cada ano vemos as nossas superações e nossos objetivos sendo alcançado, que é o de evangelizar por meio da arte˜, disse Danielle Santos, coordenadora da encenação neste ano ao lado de Geovane Martinhago. "É gratificante ver a comunidade reunida se doando e se entregando a esse trabalho ao longo desses 18 anos motivados por sua fé.”

Para Marcos Vieira, um dos fundadores do grupo e intérprete de Jesus desde a primeira encenação, a sensação é de dever cumprido. “É uma história de muita luta nesses 18 anos. Transformamos o espetáculo em um evento do bairro esperado por todos”, disse.

Participação popular
O público também se envolveu do início ao fim, com os primeiros espectadores chegando ao local até duas horas antes do início do espetáculo para garantir o seu lugar. "Foi muito lindo, assisto desde o primeiro ano e a cada ano está melhor. Parabéns a todos pela dedicação", declarou Rosimari Lima, moradora da região.

Já para Maria Lúcia Guimarães, também moradora do bairro, o que predominou foi a emoção: "Foi maravilhoso, me emocionei do início ao fim", afirmou.

Com uma equipe envolvendo quase 300 pessoas, entre produção e elenco, a peça se tornou referência na cidade de Curitiba ao longo desses 18 anos de apresentação, chegando a reunir 12 mil espectadores.

“O que impressiona nas encenações da Paixão de Cristo em Curitiba é o envolvimento das comunidades. Durante os meses que antecedem a Sexta-feira Santa o trabalho dos grupos é frenético, principalmente à noite e em fins de semana. Pessoas das mais diversas profissões sentam lado a lado para costurar, pintar e ensaiar para montagens. Em sua maioria são amadores do teatro, mas com um entusiasmo de dar orgulho”, destaca Clovis Severo, coordenador da área de teatro da Fundação Cultural de Curitiba, apoiadora dos eventos.

Regionais
Além do Bairro Novo, outros seis espetáculos foram encenados em vários bairros da cidade. Na Regional Boa Vista, o Grupo Êxodus apresentou a Paixão no bairro Barreirinha. A iniciativa idealizada por um grupo de moradores, conta atualmente com cerca de 300 integrantes. Já tradicional na cidade, o espetáculo emociona e desperta os sentidos dos espectadores que vêm de diversos lugares para prestigiar a encenação.

No Bairro Alto, o Grupo Adorarte se apresentou no palco do Centro Cultural Vilinha. Já na Regional Boqueirão, a apresentação do Grupo de Teatro Amor em Cena foi realizada no bairro Xaxim e teve um público de 800 pessoas. O Grupo Jubac reuniu um público de 2 mil pessoas na Praça Recanto dos Eucaliptos, no Alto Boqueirão.

No Pinheirinho a encenação ficou por conta do Grupo de Teatro do Santuário Nossa Senhora do Sagrado Coração. E o Grupo de Jovens Mãe Maria da Paróquia Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos também encenou no bairro a partir da Rua André Matte com chegada na Rua Humberto Zanato.

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar