25.01.2010Ezequiel Piaz e Cláudio Menandro na Oficina de MPB

Lançamento de CD e livro completa o programa do concerto duplo que os violonistas apresentam às 19h desta terça-feira (26). Reconhecidos internacionalmente, Ezequiel Piaz e Cláudio Menandro interpretam composições próprias e de autores consagrados.

A noite desta terça-feira (26) começa com um espetáculo de destaque na programação da Oficina de MPB, segunda fase da 28ª Oficina de Música de Curitiba. O palco do Teatro do Sesc da Esquina será ocupado, a partir das 19h, pelo virtuosismo dos violonistas Ezequiel Piaz e Cláudio Menandro. No repertório, composições dos próprios instrumentistas e de autores consagrados, além do lançamento do CD e livro “Origens do Violão Brasileiro – Levino Albano da Conceição, o cego Levino (1883-1955)”, de Ezequiel Piaz, que resgata a vida e obra de um dos precursores do violão brasileiro.

O programa tem início com a apresentação de Cláudio Menandro, que interpreta composições próprias na rabeca e no bandolim, ao lado dos músicos convidados Marcelo Ijaille (violão), Luciano Lima (violão), Aglaê Frigeri (percussão) e Iê dos Santos (percussão). Nascido em Salvador, na Bahia, Menandro iniciou ainda muito jovem a carreira de violonista. Depois, realizou estudos de música barroca e renascentista, aperfeiçoando-se no Conservatório de Música Antiga de Genebra, na Suíça.

Com temporadas regulares pela Alemanha, onde gravou três CDs de música brasileira, e concertos por países da América Latina, o instrumentista já dividiu o palco com o cravista Edmundo Hora, o pianista João Carlos Assis Brasil, Dominguinhos, Roberto Correa, Luiz Otávio Braga, Mônica Salmazo, Toninho Carrasqueira, entre outros. O músico também tem dois CDs com obras próprias – Sombra e Água Fresca (2002) e Descansado (2006), com participações dos clarinetistas Paulo Sérgio Santos e Proveta. Em 2007, fez turnê pelo Brasil com o clarinetista Paulo Moura, dentro do projeto Circular Brasil, patrocinado pela Petrobrás.

Violão solo e lançamento – O violonista Ezequiel Piaz, que atualmente vive em Berlim (Alemanha), onde mantém uma intensa agenda de shows e produção musical por toda Europa, participa da Oficina de MPB com o espetáculo de lançamento do CD e livro “Origens do Violão Brasileiro – Levino Albano da Conceição, o cego Levino (1883-1955)”. O projeto patrocinado pela Petrobras resgata a vida e obra de um dos principais precursores do violão brasileiro. Piaz registra obras inéditas desse compositor que foi mestre de Dilermando Reis e um dos criadores do jeito brasileiro de tocar violão, ao lado de Quincas Laranjeira e João Pernambuco.

Na apresentação desta terça-feira (26), o instrumentista executa no violão solo composições próprias e de Levino Albano da Conceição. De família de músicos, Piaz começou com seu pai, aos quatro anos de idade, a tocar cavaquinho, bandolim, violão e acordeom. Seu trabalho de composição está registrado nos CDs “Violão Brasileiro–1998”, “Native Brasil Guitar–2003” e “NATURAL–2006”. No CD “Ezequiel Piaz live in Berlin”, gravado ao vivo em outubro de 2009, numa sala de concertos em Berlim, o músico interpreta obras de compositores brasileiros como Villa-Lobos, Tom Jobim, Luiz Bonfá e Luiz Gonzaga.

Piaz já tocou com inúmeros músicos no Brasil e no mundo, entre eles Waltel Branco, Lucinha Lins, Zezé Motta, Jair Rodrigues, Sandra de Sá, André Geraissati, Sebastião Tapajós, Zé Renato, Thomas Clausen e Leny Andrade. O violonista também trilha caminhos musicais que refletem os sons das raízes do Brasil, conectados à música universal. Em suas composições, faz do violão de sete cordas uma luneta musical, mostrando toda a riqueza e diversidade da música brasileira, com melodias, ritmos e harmonias que passam pelo baião, maracatú, samba, choro, forró, afoxé, fandango, chamamê, cateretê, catira e muitos outros.

Serviço:
28ª Oficina de Música de Curitiba – 18ª Oficina de MPB
Concerto duplo dos violonistas Ezequiel Piaz e Cláudio Menandro

Data e horário: dia 26 de janeiro de 2010 (terça-feira), às 19h
Local: Teatro do Sesc da Esquina (Rua Visconde do Rio Branco, 969)

Ingressos: R$ 10 ou R$ 5 (mais um quilo de alimento não perecível)

Venda de ingressos diretamente na bilheteria do teatro, uma hora antes do espetáculo.

Programa da apresentação de Cláudio Menandro (rabeca e bandolim), com músicas próprias e acompanhamento dos instrumentistas convidados Marcelo Ijaille (violão), Luciano Lima (violão), Aglaê Frigeri (percussão) e Iê dos Santos (percussão):

1. Choro do Braga
2. Maxixando
3. Capelinha
4. Descascando Uva
5. Choro Pro Villa
6. Mestre Waltel
7. Polca Pro Paulo
8. Rabeca Assanhada

Programa da apresentação em violão solo de Ezequiel Piaz, com lançamento do CD e livro “Origens do Violão Brasileiro – Levino Albano da Conceição, o cego Levino (1883-1955)”:

1. Chorinho (Levino Albano da Conceição)
2. Rei da boemia (Levino Albano da Conceição)
3. Violão Brasileiro (Ezequiel Piaz)
4. Choro da liberdade (Ezequiel Piaz)
5. Hamburg Garten (Ezequiel Piaz)
6. Soluçando (Levino Albano da Conceição)
7. Há quem resista? (Levino Albano da Conceição)
8. Marciano no choro (Levino Albano da Conceição)
9. Tema de Carnaval (Ezequiel Piaz)

Você pode acompanhar tudo que acontece na 28ª Oficina de Música de Curitiba nas mídias da internet: Sites, Blog, Twitter, Orkut, Flickr, Youtube. Fotos, vídeos, programação e muitas novidades estão disponíveis nos endereços:

www.oficinademusica.org.brwww.fundacaoculturaldecuritiba.com.br
http://oficinademusicadecuritiba.blogspot.comhttp://twitter.com/oficinademusica
http://www.youtube.com/oficinademusicacwbhttp://www.vimeo.com/oficinademusica
http://www.flickr.com/photos/fundacaoculturaldecuritiba

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar