19.06.2017Espetáculo circense, teatro e dança foram os destaques deste fim de semana

O circo foi a grande atração da Fundação Cultural (FCC), neste fim de semana, em Curitiba. O espetáculo “Bicirqueiros” fez sucesso no Circo da Cidade Zé Priguiça, instalado no Alto Boqueirão. O espetáculo para todas as idades apresentou números antigos circenses utilizando a bicicleta como fio condutor. Idealizado por Marina Prado e Matias Donoso, sob a direção de Mariana Zanette, Bicirqueiros resgata cenas de palhaçaria, acrobacia de solo, acrobacia aérea, perna de pau, monociclo, malabares e equilibrismo.
Casa cheia também na estréia de Contos de Nanook,no Teatro Cleon Jacques, no parque São Lourenço. Nanook é o esquimó que, abandonado pela família a espera pela morte, recebe uma visita inesperada: uma menina siberiana, que se perdeu dos pais em uma grande tempestade de neve e caminhou até o Polo Norte. Uma terceira figura, um urso polar completa este universo. A amizade improvável entre as personagens se dá em contraste com o frio, o perigo, a melancolia e a solidão. Nanook também personifica os indígenas oprimidos com suas tribos sendo dizimadas, colocados sempre à margem da sociedade. Os Contos de Nanook fica em cartaz até 16 de julho, com entrada franca.
A dança se fez presente no Pavilhão Étnico que trouxe para o palco do Memorial de Curitiba as tradições germânicas e brasileiras com o Grupo Folclórico Germânico Original Einigkeit Tanzgruppe, da Sociedade Thalia, que preserva todas as tradições germânicas da Áustria, Suíça e Alemanha e com o Centro de Tradições Brasileiras Querência Santa Mônica, o grupo começou em 1989 como Centro de Tradições Gaúchas, e com o passar dos anos incluiu outras danças brasileiras, como o fandango.
 

Autor: Comunicação Social

Fonte: Fundação Cultural

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar