19.07.2019Em cartaz no Cine Guarani histórias brasileiras de terror

O cinema nacional está em destaque nesta semana em cinemas da Fundação Cultural de Curitiba. Uma das atrações mais interessantes é o filme brasileiro “Histórias Estranhas”, que está em cartaz na sessão das 19h, no Cine Guarani, no Portão Cultural. O filme reúne oito curtas-metragens de terror e suspense, cada um com uma história diferente.

Recém-lançada no circuito nacional, a coletânea apresenta os potenciais diretores e diretoras representantes deste gênero no país.Os curtas são: “Ninguém”, de Rodrigo Brandão; “A Mão”, de KapelFurman; “Mulher Ltda.”, de Taísa Ennes; “No Trovão, Na Chuva ou Na Tempestade”, de Paulo Biscaia Filho; “Os Enamorados”, de Claudio Ellovitch; “Invisível”, de Filipe Ferreira; “Sete Minutos para a Meia-Noite”, de Ricardo Ghiorzi; e “Apóstolos”, de Marcos deBrito. Cada curta tem cerca de dez minutos de duração.

O horror, o bizarro e o inexplicável se encontram nesta coletânea que apresenta assassinos, bruxas, demônios, mutantes e até um homem invisível. Os filmes não têm ligação entre si. Cada um foi produzido por uma equipe diferente, reunidos depois pelo idealizador do projeto, Ricardo Ghiorzi.

Humor
Outra atração no Cine Guarani é o documentário “Rindo À Toa – Humor sem limites”, com a participação de Regina Casé, Miguel Falabella e Hélio de laPeña. O filme aborda uma nova vertente do humor nacional que começou a surgir a partir de 1988. Utilizando-se de artifícios que por muitos anos foram proibidos, os humoristas da década de 80 foram inspirados por ídolos que precisaram enfrentar a censura e cumpriram o difícil desafio de realizar humor em um país cuja criatividade era cerceada.

Além do Cine Guarani, a Cinemateca também está com novas produções nacionais. Um dos filme é o documentário “Eu estou me guardando para quando o carnaval chegar”, sobre a vida dos fabricantes de jeans da cidade de Toritama, no interior de Pernambuco. Mais de 20 milhões de jeans são produzidos anualmente em fábricas caseiras. Orgulhosos de serem os próprios chefes, os proprietários destas fábricas trabalham sem parar em todas as épocas do ano, exceto no carnaval: quando chega a semana de folga eles vendem tudo o que acumularam e descansam em praias paradisíacas.

Completando a programação, a Cinemateca também exibe “Divino Amor”, do diretor Gabriel Mascaro, com Dira Paes, Júlio Machado e Emílio de Mello. Uma devota religiosa usa seu ofício num cartório para tentar dificultar os divórcios. Enquanto espera por um sinal divino em reconhecimento aos seus esforços é confrontada com uma crise no seu casamento que termina por deixá-la ainda mais perto de Deus.

A Cinemateca também terá uma sessão do Cineclube Atalante, com o filme “A vingança da mulher”, uma produção portuguesa que se passa na Europa do século 19. O filme é uma adaptação livre de um dos mais famosos contos do francês Barbey d'Aurevilly (1808 – 1889).
 

CINE GUARANI
Portão Cultural – Avenida República Argentina, 3430 – Portão
Ingressos R$ 12 e R$ 6 (meia-entrada)
• Programação de 18 a 24/7

16h
Rindo à Toa – Humor sem Limites
(BR, 2019, documentário, 102, 14 anos)
Direção: Cláudio Manoel e Álvaro Campos
Elenco: Regina Casé, Miguel Falabella, Hélio de laPeña.

19h
Histórias Estranhas
(Brasil, 2019, terror, 75’, 16 anos) Direção: Rodrigo Brandão, KapelFurman, TaísaEnnes, Paulo Biscaia Filho, Claudio Ellovitch, Filipe Ferreira, Ricardo Ghiorzi, Marcos DeBrito


CINEMATECA DE CURITIBA
R. Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco
Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada)
• Programação de 18 a 24/7

16h
Estou me guardando para quando o carnaval chegar
(Brasil, 2018, documentário, 85’, 10 anos) Direção: Marcelo Gomes
• Não haverá sessão desse filme no dia 20/7

19h
Divino Amor
(Brasil, 2018, drama, 99’, 18 anos)
Direção: Gabriel Mascaro
Elenco: Dira Paes, Julio Machado, Emílio de Mello
• Não haverá sessão desse filme no dia 24/7

20/7 (sábado) – 16h – gratuito
Cine Clube Atalante
A Vingança da Mulher
(POR, 2012, 100') Direção de Rita Azevedo Gomes
Com Rita Durão, Fernando Rodrigues, Isabel Ruth.

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar