13.06.2019Desenhos que retratam modelos vivos são tema de exposição na Gibiteca

Está em cartaz na Gibiteca, no Solar do Barão, a mostra Figure: Circuito de Desenhos com Modelos Vivos. A exposição reúne alguns dos trabalhos executados nos três anos de existência da oficina de desenho da Gibiteca e de outros seis espaços da cidade que se valem desse recurso para ensinar a retratação da figura humana. A mostra vai até 28 de julho, na sala Nilson Mueller.

Os desenhos expostos refletem as técnicas ensinadas em cada local – estúdios de arte, de caricatura, ilustração ou histórias em quadrinhos. Além da Gibiteca, participam representantes dos estúdios e ateliês Beta Lounge, Casa Artes Visuais, Praxis, Club Comics, Revolution e Boiler, que também é galeria de arte.

Completam a mostra estudos feitos por desenhistas que estiveram na abertura da mostra, sexta-feira passada (07/6). Eles retrataram os dois músicos que, além de tocarem no evento, também atuaram como modelos.

Mesmo objeto, diferentes pontos de vista

Sentados em semicírculos, os desenhistas observam e retratam os modelos. Para isso, podem usar mesas ou caveletes e retratar os modelos com lápis preto, caneta estereográfica ou giz de cera. As criações podem ser preto e branco, coloridas ou monocromáticas. Quem define é o artista.

“É interessante ver como os diferentes estilos artísticos trabalham o mesmo corpo humano. Enquanto quem faz quadrinhos parte de instruções diretas e objetivas, técnicas, o pessoal das artes visuais é mais livre, sem muita interferência do professor”, observa o coordenador da Gibiteca, Fúlvio Pacheco.

Para o ilustrador Gregori Polo que frequenta as oficinas da Gibiteca desde o ano passado, a exposição foi uma surpresa. “Não imaginava tanta diferença de estilos e possibilidades num mesmo lugar. Pra mim, isso significa novas possibilidades de fazer arte”, opina.

Quem quiser aprender a técnica de desenho com modelos vivos pode se inscrever nas oficinas da Gibiteca, que são grátis e acontecem todas as sextas-feiras, das 19h às 21h. Os interessados devem ter 18 anos ou mais. A aula é grátis e reúne, em média, dez pessoas. Os participantes dividem as despesas do cachê do modelo.

Serviço
Figure: Circuito de Desenhos com Modelos Vivos

Exposição de desenhos
Local: Gibiteca, sala Nilson Mueller (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533, Centro)
Visitação: de terça a sábado, das 9h às 12h e das 14h às 18h
Até 28 de julho

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar