09.10.2017Coral Brasileirinho lança novo álbum no Dia das Crianças

No dia das crianças, 12 de outubro, o Coral Brasileirinho comemora seus 24 anos dedicados à música brasileira com o lançamento do seu primeiro CD, o álbum ‘Festa de Arromba’. O show será no palco da Capela Santa Maria e vai relembrar os melhores momentos do grupo com as músicas que marcaram época, entre elas as composições da Jovem Guarda. A apresentação tem a direção cênica de Milton Karam e direção musical de Helena Bel. A entrada com o CD custa 30 reais.

O repertório é uma releitura dos melhores momentos do Coral Brasileirinho nesses 24 anos de história, conta Milton Karam. As apresentações do grupo são temáticas, lúdicas e bem emocionantes, é o que explica Karam. “Procuramos unir músicas com interpretações cênicas dela, num processo criativo constante, desde a escolha do repertório até os trabalhos que fazemos em sala de aula com as crianças. O Coral Brasileirinho é criatividade pura!”, conclui o diretor cênico do coral.

Lançamento do CD
O CD ‘Festa de Arromba’ busca valorizar os compositores e intérpretes nacionais, assim como o patrimônio cultural brasileiro, missão de destaque do Brasileirinho, afirma Helena Bel. “O tema foi uma forma de homenagear a Jovem Guarda que há exatos 50 anos estreava na televisão brasileira protagonizado por Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa, e nas tardes de domingo atraíam uma multidão de jovens fãs ao teatro, repercutindo suas músicas, suas roupas e seus trejeitos pelo Brasil afora”, explica a diretora musical.

Várias canções emblemáticas dos anos 60 como Broto Legal, Vem Quente Que Eu Estou Fervendo, Se Você Pensa, Biquíni de Bolinha Amarelinha, Ritmo da Chuva e Pare o Casamento receberam arranjo especial para o coro formado por 26 crianças e adolescentes. Esse é o primeiro CD do grupo, que já teve em 1996, um álbum em conjunto com o Vocal Brasileirão e teve participação especial na música ‘É bom ser criança’ de Toquinho.

Coral Brasileirinho
Com a ludicidade e o humor característicos do seu trabalho, por meio da interpretação musical e cênica, o Brasileirinho construiu ao longo de sua história 14 espetáculos temáticos, como: De Chiquinha a Chico, Álbum de Família, TV Brasileirinho, A Cara do Brasil, Cantando o 7, Quem Não Se Comunica Se Trumbica, Passarim, Adonirandi, Viva o Brasil, Brasileirinho no Morro, Brasileirinho 100 Gonzagão e Você Já Foi à Bahia, este último em homenagem ao centenário de nascimento do mestre Dorival Caymmi.

O grupo já foi para além de Curitiba, encantando públicos de outras cidades do Paraná, como Antonina, Campo Mourão, Colombo, Guarapuava, Ibiporã, Londrina, Maringá, Ponta Grossa e Rio Negro. Fora do estado, vivenciou a oportunidade de estar frente a frente com plateias de Manaus, Rio de Janeiro e São Paulo, e nesta, por diversas vezes, a convite e ao lado do compositor Toquinho.

Serviço:
Data: 12 de outubro
Horário: 17h
Local Capela Santa Maria (Conselheiro Laurindo, 273)
Valor: R$ 30,00 com o CD

Repertório do CD:
Festa de Arromba (1964)
Olhando para o Céu (1963)
Biquíni de Bolinha Amarelinha Tão Pequenininho (1961)
Estúpido Cupido (1959)
Broto Legal (1961)
Não Vou Ficar (1969)
O Ritmo da Chuva (1964)
Pare o Casamento (1966)
Se Você Pensa (1968)
Prova De Fogo (1967)
Prova de Fogo Vem Quente Que Eu Estou Fervendo (1967)
Coração de Papel (1967)

Concepção e Direção Artística:
Helena Bel (Direção Musical) e Milton Karam (Direção Cênica)

Músicos:
Cristina Castro Loureiro – teclados
Bruno Karam – baixo elétrico e violão
Johnny Dionísio – bateria e percussão
Luís Otávio Almeida – guitarra

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar