11.03.2013Cinemateca exibe filmes da época de ouro do cinema mexicano

De terça a sexta-feira (12 a 15), o cartaz da Cinemateca de Curitiba é a mostra “A Era de Ouro do Cinema Mexicano”, reunindo filmes realizados entre as décadas de 1930 e 1950, época que se caracterizou pelo crescimento econômico e prosperidade sem precedentes naquele país. No período do “Cine de Oro”, o governo do México interessou-se pelo cinema como patrimônio cultural e econômico, fundando em 1942 o Banco Cinematográfico, com o objetivo de facilitar o financiamento da produção de filmes.

A iniciativa consolidou a indústria de cinema mexicana, revelando diretores, atores e atrizes até hoje reconhecidos internacionalmente, como Maria Felix, Mario Moreno “Cantinflas”, Pedro Armendáriz, Jorge Negrete, Dolores Del Rio, Arturo de Córdova, Emilio Fernández e Gabriel Figueroa. A mostra que a Cinemateca exibe chega a Curitiba numa parceria com o Consulado Geral do México em São Paulo e tem entrada franca em todas as sessões.

Confira a programação:
Dia 12 (terça-feira)
Às 18h e às 20h – ENAMORADA (México, 1946 – 93’ – p&b – drama). Direção de Emilio Fernández.
Em tempos de revolução, as tropas zapatistas do general José Juan Reyes tomam a tranquila e conservadora cidade de Cholula. Enquanto confisca os bens das pessoas ricas, o general Reyes se apaixona pela bela, rica e indomável Beatriz Peñafiel, filha do homem mais notável de Cholula. O desprezo inicial de Beatriz para com o revolucionário dá lugar à curiosidade e, finalmente, a um profundo e verdadeiro amor. Classificação 12 anos.

Dia 13 (quarta-feira)
Às 18h e às 20h – DOIS TIPOS DE CUIDADO (México, 1952 – 111’ – p&b – comédia). Direção de Ismael Rodríguez.
Dois amigos fazendeiros estão apaixonados por duas jovens da cidade. Pedro ama Maria, irmã de Jorge, que está apaixonado por Rosário, a filha de um cobrador árabe. Jorge tem que deixar a cidade e ao retornar um ano depois encontra Pedro casado com Rosário. Frustrado, Jorge tenta arruinar seu ex-amigo e rival, sem suspeitar que toda a confusão é causada pela nobreza de Pedro. Classificação livre

Dia 14 (quinta-feira)
Às 18h e às 20h – TEATRO DEL CRIMEN (México, 1957 – 90’ – colorido – musical). Direção de Fernando Cortés.
No antigo Teatro Roble de Reforma, onde durante muitos anos espectadores se reuniam religiosamente para a Mostra Internacional de Cinema, se apresenta um fantástico musical, tendo como estrela a temperamental e voluptuosa atriz Rosa Montejo.
Um cantor é assassinado e imediatamente o investigador da polícia dá a ordem de que ninguém abandone o teatro, enquanto acontece a investigação. O que parece ser um filme de mistério torna-se um musical pelo qual desfilam Pedro Vargas (acompanhado por Agustín Lara), Silvia Pinal, Luis Aguilar, Lucho Gatica, Tin Tan. Entre canções e esquetes de comédia, o filme mostra o que era o teatro de variedades no México, em meados dos anos 50, sem esquecer o motivo do assassinato e a engenhosa trama. Classificação 12 anos.

Dia 15 (sexta-feira)
18h – TEATRO DEL CRIMEN (México, 1957 – 90’ – colorido – musical). Direção de Fernando Cortés. Classificação 12 anos.
20h – ENAMORADA (México, 1946 – 93’ – p&b – drama). Direção de Emilio Fernández. Classificação 12 anos.

Cinemateca de Curitiba
Rua Carlos Cavalcanti, 1.174 – São Francisco
Informações: (41) 3321-3252

Autor: Assessoria de Imprensa FCC

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar