18.03.2013 Cinemateca apresenta Mostra Internacional da Francofonia

A Cinemateca de Curitiba apresenta, de 19 a 22 de março, a Mostra Internacional da Francofonia, que reúnes produções de países de língua francesa. O Dia Internacional da Francofonia, 20 de março, é comemorado nos cinco continentes não só pelos países que adotam o francês como idioma oficial, mas por todos aqueles que têm em comum a prática e o estudo da língua francesa. Os filmes que compõem a mostra, promovida em parceria com o Bureau du Quebec e Aliança Francesa, com entrada gratuita, apresentam a diversidade da comunidade francófona. Confira:

Dia 19
17h30
O DESAFIO DE JEAN DE LA FONTAINE | Jean de La Fontaine, Le défi (França, 2006, drama histórico, 100’)
Direção: Daniel Vigne, com Jean Claude Dreyfus, Jocelin Quivrin, Philippe Torreton, Sara Forestier.
No século XVII, o jovem rei Louis XIV domina o Chateux de Vaux-le-Vicomte. Uma de suas primeiras medidas é aprisionar o dono do local, o secretário de finanças Nicolas Fouquet, com a ajuda de seu braço direito: Colbert. Com o novo governo, todos os artistas se tornam fiéis a Louis XIV, exceto o escritor Jean de La Fontaine, que mantém sua lealdade a Fouquet. Cada vez mais adorado pelo povo, Fontaine é consagrado como o escritor mais popular de sua época, mesmo com a objeção do rei e sob a vista grossa de Colbert.
Classificação 14 anos

19h30
PODERÁ SER AMOR? | Je crois que je l’aime (França, 2007, comédia dramática, 90’)
Direção: Pierre Jolivet, com Fraçois Berleand, Sandrine Bonnaire, Vicente Lindon.
Um homem de negócios divorciado sente-se irresistivelmente atraído por uma ceramista sofisticada a quem encomendou um afresco para a fachada do seu edifício de escritórios. Intrigado pelo fato de esta jovem e bela mulher se encontrar descomprometida, o homem decide pedir ao detetive privado da sua empresa para investigar a vida da jovem.
Classificação 14 anos

Dia 20
17 h30
XEQUE-MATE |Joueuse ( França, 2008, drama, 100’)
Direção : Caroline Bottaro. Com Sandrine Bonnaire e Kevin Kline.
Num vilarejo da Córsega, a vida de Hélène, moça apagada e discreta, é feita de dias que se seguem e se parecem iguais. Ela trabalha como faxineira num hotel e é aparentemente feliz com o marido, Ange, e sua filha de quinze anos, Lisa. Sua vida modesta e monótona parece não ter chance de mudar.
Tudo muda, porém, no dia em que ela fica fascinada ao surpreender um jovem casal muito sedutor de americanos que jogam xadrez na varanda de seu quarto de hotel. No início intrigada e depois apaixonada por este jogo, Hélène mobiliza todos os recursos com obstinação para dominar as regras do xadrez até a perfeição.
Classificação 14 anos

19h30
A ÚLTIMA FUGA |La Dernière Fugue (Canadá/Luxemburgo, 2010, Drama, 92’)
Diretor: Lea Pool, com Jacque Godin, Andrée Lachapelle, Yves Jacques, Aliocha Schneider.
Como todo ano, a família Lévesque se reúne para sua tradicional celebração natalina. Mas desta vez o clima é outro: o patriarca está sofrendo de mal de Parkinson e suas recomendações médicas estritas tiram um pouco do brilho da festa. Nos meses que se seguem, a família fica dividida entre seguir as recomendações rígidas do neurologista ou preservar os pequenos prazeres do pai em seus últimos anos de vida. Adaptação do livro Une Belle Mort, de Gil Courtemanche.
Classificação 16 anos

Dia 21
17h30
PODERÁ SER AMOR? | Je crois que je l’aime (França, 2007, comédia dramática, 90’)
Direção: Pierre Jolivet, com Fraçois Berleand, Sandrine Bonnaire, Vicente Lindon.
Classificação 14 anos

19h30
O DESAFIO DE JEAN DE LA FONTAINE | Jean de La Fontaine, Le défi, (França, 2006, drama histórico, 100’)
Direção: Daniel Vigne, com Jean Claude Dreyfus, Jocelin Quivrin, Philippe Torreton, Sara Forestier.
Classificação 14 anos

Dia 22
17h30
XEQUE-MATE | Joueuse ( França, 2008, drama, 100’)
Direção : Caroline Bottaro. Com Sandrine Bonnaire e Kevin Kline.
Classificação 14 anos

19h30
INCÊNDIOS | Incendies (Canadá, 2010, drama, 130’)
Diretor: Denis Villeneuve
Elenco: Lubna Azabal, Mélissa Désormeaux-Poulin, Maxim Gaudette, Rémy Girard, Allen Altman.
Filme indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2010.
Na leitura do testamento de sua mãe, os gêmeos Simon e Jeanne descobrem que têm um irmão, e o pai, que os dois achavam que havia falecido, estava vivo. Dentre muitos pedidos, a maioria desconfortantes, o último e mais importante vinha com duas cartas seladas: encontrar os dois e entregar-lhes.
Classificação 14 anos

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar