06.04.2010Bach e Haydn em concerto da Camerata Antiqua de Curitiba

O Concerto para cravo em Ré Maior, de Johann Sebastian Bach (1685 – 1750), e a Missa Lord Nelson, de Franz Joseph Haydn (1732 – 1809), estão no programa que a Camerata Antiqua de Curitiba executa neste fim de semana. Sob o comando do maestro convidado Luís Otávio Santos – regente brasileiro que desenvolve carreira internacional –, o grupo mantido pela Prefeitura Municipal apresenta-se às 20h de sexta-feira (9), na Paróquia Bom Pastor, e às 18h30 de sábado (10), na Capela Santa Maria.

O espetáculo de música antiga integra a temporada 2010 de apresentações da Camerata, patrocinada pela Volvo, e leva ao público obras de difícil execução. O Concerto para cravo em Ré Maior, originalmente escrito para violino, foi transcrito pelo próprio Bach e tem raras apresentações. A peça faz parte do repertório do maestro Luís Otávio Santos, formado em violino barroco e especialista em música dos séculos 17 e 18. O maestro destaca a importância de unir sua experiência ao talento de um grupo moderno, numa aproximação que busca o máximo de autenticidade possível na execução das composições.

Luís Otávio enfatiza ainda a dificílima interpretação da Missa Lord Nelson, de Haydn, datada de 1798 e que marca a maturidade do compositor. Considerada de grande virtuosismo, é uma peça extremamente dramática em seu contexto melódico e rítmico, valorizando todas as emoções. O regente revela uma das curiosidades da Missa: o seu título original, em latim, era “Missa para os tempos difíceis”, pois foi composta na época das guerras contra Napoleão. Segundo comentários históricos, o general inglês Lord Nelson visitou o local onde Haydn trabalhava, logo após ter vencido Napoleão em uma batalha, e o compositor o homenageou com a obra.

O programa tem a participação da cravista Elizabeth Fadel, vencedora de diversos concursos de piano. A instrumentista iniciou-se no cravo com Nicolau de Figueiredo e aperfeiçoou conhecimentos com importantes professores da França, Itália, Holanda e Estados Unidos. Atuando também na área de música popular brasileira, Elizabeth foi pianista do Vocal Brasileirão e atualmente integra a Orquestra À Base de Corda do Conservatório de MPB de Curitiba, além de ser pianista do Coral da Universidade Tuiuti do Paraná.

O regente – O regente convidado para este concerto da Camerata Antiqua de Curitiba é Luís Otávio Santos, formado em violino barroco pelo Koninklijk Conservatorium Den Haag (Holanda). Desde 1992, o músico atua como spalla e solista da renomada orquestra barroca belga “La Petite Bande”, dirigida por Sigiswald Kuijken, com a qual já realizou turnês por toda Europa, China, Japão, México, Argentina, Colômbia e Chile, além de gravar dezenas de CDs e programas de televisão para as televisões belga, francesa e japonesa.

Luís Otávio Santos também lidera outros grupos na Europa, entre eles “Ricercar Consort” (direção de Philippe Pierlot), “Le Concert Français” (direção de Pierre Hantai), “Nederlandse Bachverening” (direção de Gustav Leonhardt) e “Den Haag Baroque Orchestra”. Foi professor de violino barroco na “Scuola di Musica di Fiesole” em Florença (Itália), de 1997 a 2001, e no “Conservatoire Royal de Musique de Bruxelles”, de 1998 a 2005.

Na sua discografia solo destacam-se a integral das Sonatas de Johann Sebastian Bach, ao lado do cravista Peter-Jan Belder, para o selo holandês Brilliant; As Quatro Estações de Vivaldi com La Petite Bande, pelo selo belga Accent; e as Sonatas para violino de J. M. Leclair, para o selo alemão Ramée, gravação que recebeu o prêmio “Diapason d´Or”, a maior distinção francesa concedida a um registro fonográfico.

No Brasil, Luís Otávio Santos responde pela direção artística do Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga de Juiz de Fora (MG), que tem 19 anos de história. Neste evento é também regente da Orquestra Barroca do Festival, que já gravou nove CDs e um DVD com obras brasileiras e européias, em registros inéditos no Brasil. Em 2007, Luís Otávio Santos foi agraciado com o título de Comendador da Ordem do Mérito Cultural, concedido pelo Governo Federal e o Ministério da Cultura por seu envolvimento com a cultura nacional e reconhecimento à carreira internacional. 

Serviço: Apresentações da Camerata Antiqua de Curitiba, sob a regência de Luís Otávio Santos, com participação da cravista Elizabeth Fadel, dentro da temporada 2010 de concertos patrocinada pela Volvo.
No programa, obras de Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) e Franz Joseph Haydn (1732 – 1809)   
Data e horário: 9 de abril de 2010 (sexta-feira), às 20h
Local: Paróquia Bom Pastor (Rua Victório Viezzer, 810 – Vista Alegre)  
Entrada franca  

Data e horário: 10 de abril de 2010 (sábado), às 18h30  
Local: Capela Santa Maria – Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro)   
Ingressos: R$ 10 ou R$ 5 (mais um quilo de alimento não perecível)

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar