Notícias

29.07.2019Documentário sobre indígenas da Ilha da Cotinga tem sessão única na Cinemateca

O documentário “Ko Yvy Ma Ndopa Mo’Ãi – Essa terra não vai terminar”, de Matias Dala Stela, será exibido, nesta terça-feira (30), às 15h, na Cinemateca, com entrada franca. O média-metragem apresenta o dilema dos moradores da aldeia indígena Pindoty – da etnia Guarani Mbyá – para manter viva a cultura dos ancestrais em meio à dominadora influência dos costumes “não indígenas” no dia a dia da aldeia.

Ao investigar como se dão as relações entre a nova e a velha geração de guaranis, o documentário visitou o território indígena homologado desde os anos 90, situado na Ilha da Cotinga – complexo de ilhotas ao redor do munícipio de Paranaguá. Durante meses, com ajuda da população originária e tradicional da região que contribuiu na produção do filme, a equipe mergulhou nos conhecimentos milenares do povo Guarani Mbyá.

O filme teve pré-lançamento na última edição do Festival Internacional de Curitiba – Olhar de Cinema, pela Mostra Mirada Paranaense, focada em dar espaço a produções audiovisuais feitas no estado. Também recebeu Menção Honrosa dada pela Associação de Vídeo e Cinema do Paraná (AVEC).

Sobre os Guarani Mbyá

A etnia Mbyá é um dos subgrupos dos Guaranis que compõem, junto dos Kaiowás e Ñandevas, parte da população indígena que mora no país. Conhecidos por viverem em regiões litorâneas do sul e sudeste brasileiro, os Guarani Mbyá se relacionam de maneira diferente quando o assunto é a preservação da sua territorialidade.

Sempre tendo o mar como limite para estar perto das boas energias, os Embiás acreditam que o território não termina apenas num espaço delimitado, e sim no todo que os cercam. Outra característica é a procura por estabelecer suas aldeias em locais especiais dentro da Mata Atlântica, elemento principal à prática da vida em comunidade, da cultura e da espiritualidade do povo guarani.

Serviço:
Sessão única do documentário “Ko Yvy Ma Ndopa Mo’Ãi – Essa terra não vai terminar”
Data: 30/7 (terça-feira)
Horário: 15h
Local: Cinemateca de Curitiba (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco)
Entrada Franca

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar