Notícias

14.11.2018Consciência Negra é tema de programação dos Cinemas da Fundação

Em comemoração ao mês da Consciência Negra, os cinemas da Fundação Cultural de Curitiba prepararam uma programação especial com a temática afro-brasileira. Na Cinemateca, as sessões começam a partir desta quinta-feira (15/11) e vão até domingo (18/11). Serão quatro dias de exibição, sempre às 19h. Com classificação etária de 12 anos, as exibições têm entrada gratuita.
No Cine Guarani, essa programação acontece do dia 22 a 25 de novembro.

Programação na Cinemateca:

15/11 – A NEGAÇÃO DO BRASIL
(BR, 2000, documentário, 91’, 12 anos) Direção de Joel Zito Araújo
Tabus, preconceitos e estereótipos raciais são discutidos a partir da história das lutas dos atores negros pelo reconhecimento de sua importância na história da telenovela? O produto de maior audiência no horário nobre da TV brasileira. O diretor, baseado em suas memórias e em pesquisas, analisa as influências das telenovelas nos processos de identidade étnica dos afro-brasileiros.

16/11 – BARRAVENTO
(BR, 1962, drama, PB, 80’, 12 anos). Direção: Glauber Rocha
Numa aldeia de pescadores de xeréu, cujos antepassados vieram da África como escravos, permanecem antigos cultos místicos ligados ao candomblé. Firmino (Antônio Pitanga) é um antigo morador, que foi para Salvador na tentativa de escapar da pobreza. Ao retornar ele sente atração por Cota (Luíza Maranhão), ao mesmo tempo em que não consegue esquecer sua antiga paixão, Naína (Lucy Carvalho), que, por sua vez, gosta de Aruã (Aldo Teixeira). Firmino encomenda um despacho contra Aruã, que não é atingido. O alvo termina sendo a própria aldeia, que passa a ser impedida de pescar.

17/11 – TAMBÉM SOMOS IRMÃOS
(BR,1949, ficção, 88’, 12 anos) Direção de José Carlos Burle
Elenco: Grande Otelo, Aguinaldo Camargo, Vera Nunes, Jorge Dória.
Um viúvo cinquentão que não pode ter filhos adota quatro crianças: duas brancas e duas negras. Na infância tudo correu bem, mas com o passar do tempo, as coisas foram se modificando. As limitações aos negros vão se acentuando e chegam a tal ponto que se transformam em verdadeiras humilhações.

18/11 – ANTÔNIA
(BR, 2006, ficção, 90’, 12 anos) Direção de Tata Amaral
Elenco: Negra Li, Leilah Moreno, Quelynah, Cindy, Thaíde.
Na Vila Brasilândia, periferia de São Paulo, quatro jovens mulheres negras batalham pelo sonho de viver de sua música. Amigas desde a infância, Preta, Barbarah, Mayah e Lena deixam os backing vocals do conjunto de rap de homens para montar seu próprio grupo, Antônia. Descobertas pelo empresário Marcelo Diamante, elas começam a cantar rap, MPB, pop e soul em bares e festas de classe média.

Serviço:
Consciência Negra na Cinemateca de Curitiba
Local: Cinemateca – Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174
Data: 15 a 18 de novembro
Horário: 19h
Classificação: 12 anos
Ingresso: Gratuito

 

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar