Notícias

21.11.2018Personagem Curitibinha completa 25 anos divertindo as crianças

Em clima de celebração, o prefeito Rafael Greca participou da abertura da exposição e do lançamento do livro que comemora os 25 anos do Curitibinha, um dos personagens mais curitibanos das histórias em quadrinhos locais. A solenidade ocorreu na tarde desta terça-feira (20/11), na Gibiteca de Curitiba.

“Ao celebrarmos os 25 anos do personagem Curitibinha, nós celebramos a nossa cidade. O Curitibinha ensinou a ler, a escrever, a contar, a desenhar, mas sobremaneira, ensinou a amar Curitiba”, disse o prefeito. “O livro comemorativo feito por crianças vencedoras do concurso de desenho e por artistas famosos de Curitiba, do Paraná e do Brasil é também um tributo à nossa amada cidade”, completou Greca.

A presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro, destacou a participação no processo de criação do personagem junto com o cartunista Marcos Vaz. “É com muita alegria que comemoramos os 25 anos do Curitibinha. Eu fico muito emocionada, pois participei do processo de criação do personagem nos 300 anos de Curitiba. É muito importante estarmos aqui hoje com tantos artistas que produziram vários Curitibinhas, cada um com o seu estilo, como o Cartoon, a arte contemporânea e o mangá”, disse.

O coordenador da Gibiteca de Curitiba, Fúlvio Pacheco destacou a importância do personagem na valorização da cultura da cidade. “Ele é um símbolo da cidade e é um dos principais personagens de Curitiba. O Curitibinha remete aos elementos da cidade, como o pinhão, a gralha azul e sempre encantou as crianças, principalmente da rede municipal de ensino”, afirmou Pacheco.

O criador do Curitibinha, Marcos Vaz, relembrou como o personagem surgiu. “Foi através da Fundação Cultural que fizemos o lançamento do Curitibinha. Em 1993, nos 300 anos de Curitiba, a gente fez o primeiro gibi com o título ‘Nascer em Curitiba vale a vida’, que era a campanha da prefeitura naquele ano. Em 29 de março de 1994, no aniversário da cidade fizemos o lançamento oficial do Curitibinha e o prefeito coincidentemente era o Greca. Sou extremamente grato por essa homenagem”, disse.

Exposição
Além das ilustrações, a exposição conta também com um histórico do personagem. Participam da mostra os seguintes quadrinistas locais: Amanda Barros, Antônio Eder, Ariel da Cunha, Celina Pacheco, Edu Tadeu, Fulvio Pacheco, Katia Horn, Luiz Rettamozo, Marão, Marcia Dahese, Mig, Gustavo Urbanski, Marcelo Lopes, Natan SS, Rodrigo Faccio, Rodrigo Belato, Rodrigo Prado entre outros. E também 25 estudantes da rede municipal de ensino que tiveram seus desenhos selecionados pela Secretaria Municipal de Educação por meio de concurso.

Cada aluno participante ganhou das mãos do prefeito um exemplar do livro que traz um histórico do personagem curitibano. A estudante Sofia Bastitel Berquó, aluna do 3º ano da Escola CEI Jornalista Cláudio Abramo, do bairro Pinheirinho, participa da exposição pela primeira vez.

A estudante de 8 anos, revela que a exposição é um incentivo para se dedicar ainda mais ao desenho. “Estou muito contente de estar aqui hoje. Eu sempre gostei de desenhar e quero fazer curso para me aperfeiçoar ainda mais”, afirmou.

Para a ilustradora de arte digital Celina Pacheco participar da mostra é um privilégio. “Eu sou uma artista nova e é uma honra estar ao lado de todos esses artistas maravilhosos que tem aqui”.

A mostra e livro histórico são fruto de uma parceria entre a Fundação Cultural de Curitiba e as secretarias municipais da Educação e da Comunicação Social e fica aberta ao público até 22 de fevereiro de 2019.

Participaram do evento a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, membros dos Núcleos Regionais da Educação  e o diretor de Ação Cultural da FCC,Beto Lanza.

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar