Notícias

30.08.2017Lançamento da Revista Infância do Brasil na Gibiteca

O mais recente trabalho do quadrinista José Aguiar, a Revista “Infância do Brasil” será lançada nesta sexta (01/09), na Gibiteca. A obra mostra o olhar do premiado quadrinista sobre a história brasileira. Não pela perspectiva de grandes eventos, mas por pessoas comuns. Mais precisamente pelo olhar de crianças, por meio do viés da infância. O autor narra vários momentos da nossa História, com ênfase nas contradições, abusos, descasos, abandonos e outras situações que insistem em não ficar pra trás.

José Aguiar acredita que de forma metafórica o Brasil está deixando sua infância para trás. “Entender como tratamos nossas crianças reais, desde o início de nossa história oficial, é uma forma de sensibilizar nossos leitores sobre o que aprendemos, o que mudou e o que permanece em mais de cinco séculos”, explica.

Para o autor, o livro é uma provocação. “Não trago respostas, mas o convite a questionamentos que, espero, sensibilizem as pessoas a ponto de refletirem o presente a partir do passado e assim, quem sabe, encontrarmos caminhos para um futuro realmente melhor”, confessa.
A “Infância do Brasil” é o mais recente lançamento em graphic novel da AVEC Editora e chega às principais livrarias brasileiras neste mês. O livro é resultado da sua primeira webcomic, veiculada entre 2015 e 2016, projeto então realizado com o apoio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Prêmios
José Aguiar recebeu diversos prêmios, como Ângelo Agostini e Troféu HQMIX, além de ter sido vencedor do I Concurso Internacional de Quadrinhos do Senac-SP. Também foi ilustrador indicado ao Prêmio Jabuti, o mais importante prêmio literário brasileiro, pelo seu livro Reisetagebuch – Uma Viagem Ilustrada pela Alemanha.

Serviço:
Lançamento da Revista “Infância no Brasil”, do quadrinista José Aguiar
Data e horário: 01 de setembro de 2017 (sexta-feira), às 19h
Local: Gibiteca de Curitiba – Solar do Barão (R. Carlos Cavalcanti, 533)
Entrada franca
 

Autor: Assessoria de Imprensa

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Compartilhe:

imprimir voltar