[Teatro do Paiol] CARIGUÁ TRIO "O OLHO"

Resultado de projeto aprovado pelo Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, com coordenação de Cris Mascarenhas, o CD “O Olho”, primeiro trabalho do Cariguá Trio, será lançado no próximo dia 12 de dezembro, às 20 horas, no Teatro do Paiol.

Os músicos Fabio Cardoso (piano), Fernando Rivabem (bateria) e Sandro Guaraná (baixo) apresentam canções autorais e de outros compositores pela voz de Leny Andrade. O show ainda conta com a participação do guitarrista Fábio Hess.

O CD, gravado no Estúdio Trilhas Urbanas, de Curitiba, tem produção executiva de Laís Pires, direção artística de Rodrigo Fornos e produção fonográfica da MPB JAZZ.

O Trio

Fabio Cardoso, Fernando Rivabem e Sandro Guaraná resolveram montar seu próprio trio para difundir a boa música instrumental brasileira. Tudo começou após os músicos participarem do espetáculo “Cantando o Grande Circo Místico”, no Guairinha, em 2014, com sucesso de público e crítica. “Eles demonstraram entrosamento e cumplicidade musical e, no ano seguinte, foram convidados para o projeto +Música, no Museu Oscar Niemeyer”, explica Laís Pires, produtora do CD.

E foi no show “Cheio de Bossa” no Museu Oscar Niemeyer, que, ao lado de Leny Andrade e Zé Luiz Mazziotti, o trio se consagrou. “Foi um encontro embriagador. O público foi ao delírio, cantores e músicos em total êxtase no palco, aplaudidos em pé por quase cinco minutos”, relembra Cris Mascarenhas, coordenadora do projeto do CD.

No show “O Olho”, o trio apresenta composições e arranjos autorais, além de canções de João Donato, Cartola e Luiz Eça na voz de Leny Andrade, musa do samba jazz e madrinha do grupo, também gravadas no CD. “Ter a presença da Leny Andrade, que é um ícone da música brasileira, e a participação do guitarrista Fabio Hess é um luxo e um privilégio em um show nos dias de hoje”, acrescenta o produtor Rodrigo Fornos.

Os músicos

Fábio Cardoso é músico pianista, arranjador e compositor, graduado pela EMBAP. Foi pianista do Vocal Brasileirão, sob a regência do maestro Marcos Leite (1994 a 2000). Integrou a Orquestra à Base de Cordas e Vocal Brasileirão do CMPBC, regida por Vicente Ribeiro. Participou dos shows “Cheio de Bossa”, com Leny Andrade e Zé Luiz Mazziotti, “Cem Anos de Caymmi”, com Orquestra à Base de Cordas e Lívia Nestrovski, “Tom do Brasil” e “Cantando o Grande Circo Místico”, uma releitura da obra de Edu Lobo e Chico Buarque.

Fernando Rivabem é baterista profissional desde 1998. Há 15 anos tem se dedicado à música instrumental e participa ativamente neste cenário atuando em apresentações, gravações e workshops. Faz parte do Emmanuel Bach Quinteto, Fábio Hess Trio e é do trio de blues do guitarrista Emerson Caruso. Participou de apresentações ao lado de Leny Andrade, Zé Luiz Mazziotti, Celia, Zé Renato, Raul de Souza, Robertinho Silva, Mauro Senise, Idriss Broudrioua, Toninho Ferragutti, Jorge Helder, Ademir Cândido, Gabriel Grossi, Joris Roelofs e Oscar Stagnaro É sideman e endorser Bosphorus Cymbals.

Sandro Guaraná é músico, sideman e baixista requisitado pela maioria dos artistas locais e nacionais. Participou dos CDs de Iria Braga, Luiz Otávio Almeida (instrumental “LO”), Cida Airam (“Na sombra do cajueiro”) e “Meus Retalhos” do grupo Viola Quebrada, além do DVD da cantora Jô Nunes. Participou do Projeto + Música, no Museu Oscar Niemayer.

Ficha Técnica:
CD “O Olho”
Cariguá Trio: Fábio Cardoso (piano), Fernando Rivabem (bateria) e Sandro Guaraná (baixo)
Participação especial: cantora Leny Andrade e guitarrista Fábio Hess
Coordenação: Cris Mascarenhas
Diretor artístico: Rodrigo Fornos
Produção executiva: Laís Pires
Produção fonográfica: MPB JAZZ
Fotos: Alex Figueiredo
Design e projeto gráfico: Bruna Mascarenhas
Gravado no Estúdio Trilhas Urbanas – Curitiba – PR
Projeto aprovado pelo Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, mecenato subsidiado pela Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura Municipal, e incentivo da Celepar


- Renda será revertida a uma instituição de caridade infantil de Curitiba
- Instituição que ampara deficientes visuais receberá 20 ingressos com programas em Braille

Ingresso: R$ 15,00 (inteira) e R$ 7,50 (meia-entrada)

Data(s): 12/12/2018

Horário(s): 20h

Público Dirigido: não

Classificação: livre

Espaço Cultural:

Teatro do Paiol

avise-me na véspera

Compartilhe:

Enviar pelo LinkedIn
imprimir voltar